24 de jul de 2013

[Resenha] HIBRIA - Silent Revenge (2013)


Já de arrancada posso dizer que com este álbum, sem dúvida nenhuma, o HIBRIA se tornou uma das melhores bandas de heavy metal do mundo, e chegou a um patamar onde não deve nada pra ninguém em qualquer quesito.

No álbum anterior, o "Blind Ride" (2011), a banda já demonstrava um amadurecimento em suas composições, não que as músicas não fossem boas antes, mas a evolução foi tremenda. Em "Silent Revenge" eles ousaram, experimentaram outras levadas, outras formas de fazer a coisa e deu muito certo. O HIBRIA está melhor do que nunca e com certeza lançou seu melhor trabalho  até agora.

O álbum já abre com "Silent Revenge" em uma super performance do grande baterista EDUARDO BALDO, com uma introdução nada comum para uma banda de power metal, - lembrando o que Mike Terrana fazia em seus tempos de Rage - . BALDO dá um show a parte em todo álbum. Além disso temos a participação mais que especial de ANDRÉ MEYER, vocalista da banda de trash metal DISTRAUGHT, mostrando já esse novo direcionamento musical em que o HIBRIA está inserido, misturando o power metal ao thrash. ANDRÉ ainda reaparece na música "Walking to Death". 

IURI SANSON está destruidor, variando timbres, fazendo coisas que não fazia antes e construiundo melodias maravilhosas e empolgantes. Não tenha dúvida, IURI hoje é um dos melhores vocalistas do mundo, junto com um seleto número de cantores brasileiros. Ouça "Deadly Vengeance" e "Shall I Keep On Burning" e você concordará comigo em número, gênero e grau.



Outro grande destaque do CD é BENHUR LIMA; o que ele faz neste álbum é inacreditável! Ouça "Lonely Fight", "Walking to Death", "The Place That You Belong" e o extraordinário solo de baixo e batera na faixa "The Way It is"; Aliás, nessa música a banda toda prega fogo de uma maneira... Além de um excelente baixista, BENHUR também é um grande cantor, - vide seus trabalhos a frente da banda Ynis Vitrin e também no Anaxes. - E claro que no HIBRIA não é diferente, com backings excelentes, completando o magnífico trabalho de IURI. BENHUR ainda cuidou da mixagem e do trabalho gráfico do álbum. Oh menino de ouro!!

As guitarras de ABEL CAMARGO e RENATO OSÓRIO estão mais pesadas, beeem mais pesadas. Os riffs estão matadores e destruidores, e os solos inspiradíssimos. E com uma produção impecável, créditos de RENATO, a timbragem do álbum está perfeita, de todos os instrumentos. Então temos grandes instrumentistas e um cantor extraordinário em composições de primeira linha. "Silent Revenge" tem tudo para ganhar a estatueta de melhor álbum do ano em qualquer lugar do planeta.
NE: E foi o que aconteceu. Confira a votação aqui do HNR no LINK.
NOTA - *10* - [Masterpiece]
=========================
HIBRIA - Silent Revenge (2013)
(Voice - Nacional)
tracklist
01. Silent Revenge
02. Lonely Fight
03. Deadly Vengeance
04. Walking to Death
05. Silence Will Make You Suffer
06. Shall I Keep on Burning?
07. The Place That You Belong
08. The Scream of an Angel
09. The Way It Is
10. Bleeding on My Regrets

Line-up
Iuri Sanson - voz
Abel Camargo - guitarra
Renato Osorio - guitarra
Benhur Lima - baixo, voz
Eduardo Baldo - bateria



Sites Relacionados:
WEBSITE
FACEBOOK

==========================
(Editor / Redator / Músico)