11 de jul de 2015

[Resenha] Mr. EGO - "Se7en" (2015)

(Redator / Headbanger)
----------------------------


É impressionante o nível das bandas brasileiras. Hoje o nosso país está consolidado como um berço de músicos e bandas de altíssimo nível. SEPULTURA, HIBRIA, ANGRA, ALMAH, KRISIUN e tantas outras, se ficar aqui citando, vou ficar muitas horas fazendo isso. E a cada dia que passa surge bandas que mostram que essa fonte parece não secar, para nossa alegria!
Um tempo atrás, conheci uma banda do estado de São Paulo, que foi formada na cidade de Monte Azul Paulista, chamada Mr. EGO, de cara fiquei “apavorado” com o nível de qualidade da banda, fiquei de boca aberta, os caras possuem um talento que impressiona qualquer um, fazendo um prog metal que não deve nada a nenhuma banda gringa. Procurei me informar um pouco mais sobre a banda, e todas as informações possíveis, consegui através do baixista e membro fundador Paulo André. 
No decorrer da sua história, a banda teve várias mudanças na formação, mas atingiu um sucesso enorme, principalmente em países como Argentina, Estados Unidos, Alemanha, França, Chile, Itália, Japão, Rússia, além de outros.
Lançaram o debut "Egocentric" e o ótimo "Mythology", e agora, contando com as demos e oficiais, nos brindam com o mais novo lançamento, o sétimo, que em breve será lançado no Brasil e no exterior, o nome do novo trabalho é “Se7en”, que certamente vai colocar o Mr. EGO, no grupo das melhores bandas de metal do Brasil.

O álbum é praticamente a sequência do "Myhtology", onde termina na Caixa de Pandora, que depois de aberta, liberou todas as coisas ruins de hoje em dia, “Se7en” nos mostra o Apocalipse, aqui no Brasil ele será lançado pelo MS Metal Records.
Acompanhei um pouco o “nascimento” desse grande álbum, e posso dizer, foi muito bem feito, muito bem produzido, os caras se dedicaram ao máximo, para chegarem, nesse, que certamente, vai ser um trabalho que jamais vai ser esquecido, chegou para marcar na história da banda.
Tive o privilégio de ouvi-lo antes do seu lançamento, que vai ser neste ano no Brasil e Europa, e de cara já falo, é um álbum cheio de coisas estranhas, que aos poucos vamos decifrando.

A obra-prima começa com a matemática “16-2”, que mais tarde todos vão entender, aqui é anunciado o apocalipse, com cantos estilo os de igrejas, trombetas e crianças chorando, que nos faz ficar boquiabertos.
Fall On Our Knees” começa pesada e mostra para o que a banda veio! Que peso, que instrumental fantástico e quando o vocalista André Anheiser Ferrari, entra em ação, a coisa beira a perfeição, que música fantástica.
Broken Walls” coloca velocidade no trabalho, destaques para a poderosa guitarra de Iuri Nogueira, que grande guitarrista e os teclados de Igor Nogueira, até aqui já “bati” muita cabeça (risos).
Na sequencia temos mais uma pesada, “1917”, mais um show a parte de André Anheiser
A minha favorita “Deceived”, mostra muito peso com destaque para a participação de uma fera internacional, chamada Mike LePond.
A coisa da uma acalmada em “For The Last Time”, sem perder a qualidade, muito linda.
A próxima é a sétima, aí vêm umas das coisas estranhas, onde está a música 7? Um mistério! 
Injustice” é linda, e perfeito é o baixo de Paulo André nessa música, que é umas das mais “grudentas” e perfeitas do álbum, imagine ela em grandes arenas? Só imaginando, fico arrepiado.
Quer mais velocidade e qualidade? Prepara-te que aí vem “Black Gold”, com André “berrando” e esbanjando qualidade, digo que é um dos melhores vocalistas do Brasil, ouçam a banda, e vão saber o que estou falando, não é a toa que já está sendo considerado o Russell Allen brasileiro.
Dá para ter mais uma favorita? Claro que dá, e tenho, ela se chama “End of Times”, não preciso nem falar da qualidade do instrumental, é chover no molhado, pesada demais, e o vocal de André? Nem vou falar nada, está maravilhoso! E aqui aparece a convidada Carol L. Miranda, que “arrebenta” nos vocais guturais, dando um brilho a mais para o álbum.
Mais uma “parada” para acalmar e temos duas coisas lindas, “Tears Of An Angel”, que é de emocionar, só isso que tenho para dizer e a fantástica e também emocionante “Silence Of The Lambs – PtI Future Of Illusions”.
Para finalizar essa obra-prima temos “Silence Of The Lambs – PtII Chain Of Events” e “Silence Of The Lambs – PtIII 7063rM”, que fecha em grande estilo um dos melhores álbuns de metal feito no Brasil.



Na versão japonesa temos o bônus “The Best”, que ficou muito conhecida por fazer parte do álbum “Foreign Affair’, de Tina Turner, aqui ela ganha o jeito Mr. EGO de ser, e posso dizer, ficou ótima, onde André divide os vocais novamente com a talentosa Carol L. Miranda.
A bela capa foi feita pelo artista Thiago Lopes, um show a parte, uma das capas mais lindas dos últimos anos, no rock brasileiro. Uma pergunta, já dá para votar nos melhores de 2015? Tenho fortes candidatos!

=====================
Mr. EGO - "Se7en" (2015)
Tracklist
01. (16:2) 
02. Fall On Our Knees 
03. Broken Walls 
04. 1917 
05. Deceived 
06. For The Last Time 
08. Injustice 09 - Black Gold 
10. Tears Of An Angel 
11. Silence Of The Lambs – PtI Future Of Illusions 
12. Silence Of The Lambs – PtII Chain Of Events 
13. Silence Of The Lambs – PtIII 7063rM

Line-up
André Anheiser Ferrari – Vocals
Iuri Nogueira – Guitar
Paulo André – Bass
Ricardo Longhi – Drums
Igor Nogueira - Keyboards


Links