27 de ago de 2015

[Resenha] OLD & TRUE METAL FEST - Shows - Ponto Cultural/UAB - Caxias do Sul/RS (22/08/2015)

(Editor / Redator / Músico)
----------------------------


No último sábado tivemos o Old & True Metal Fest, um festival que tem por objetivo reunir o peso do underground de gerações antigas. Capitaneado pelo figuraça Fabian "The Sinner" Reis, o evento aconteceu em um local muito bacana, o Ponto Cultural da UAB aqui em Caxias do Sul, local que foi, há muitos anos atrás, palco de outros shows históricos e que, pelo que percebi, está voltando com tudo.

Cheguei no local por volta das 20hs, pois haveria uma confraternização pós-passagem de som com uma janta especial, do qual eu e a Márcia fomos convidados. De cara, encontro Fabian, que nos recebeu calorosamente e a lenda do metal gaúcho, Flávio Soares (Leviaethan), com sua tradicional banquinha de CD´s e merchandising diversos, (A cada evento mais equipado com muito material, desde raridades a lançamentos). Além deles, também já estava por ali Doug Torraca, o cara que ajudou a produzir junto com Maicon Leite o grande livro "Tá no Sangue!", leitura imprescindível para os headbangers gaúchos, e Marlon Scopel, que faria alguns registros fotográficos do evento..

Após adentrar mais no recinto em busca de um "aperitivo", em umas cadeiras, estavam grandes amigos e velhos guerreiros, como os caras do HON-RA (Jener, Wagner e Rodrigo), Davi Frezza (Scraper Head) e o velho amigo Somacal (Oziriz), todos em um clima bem descontraído e bem confiantes de que viria pela frente um grande festival, levando em conta a estrutura disposta tanto para o público como para as bandas, que a há muito não se via. O lugar foi reformado e está ótimo, grande e espaçoso. O palco era enorme e convidativo, com uma ótima estrutura sonora e de luzes. Impressiona pra quem tá acostumado a tocar há muito tempo em bares e pub´s.

Depois da janta, era a hora de abrir as portas para o público, que estava bem tímido no começo. Os shows estavam marcados para começar às 22hs e quase que pontualmente, o veterano OZIRIZ cumpre o seu papel e começa os trabalhos no Old & True Metal Fest. O som estava bom, mas infalivelmente, a primeira banda sempre sofre com os ajustes. Mas a banda é tão entrosada e tão "redondinha" que, mesmo com eventuais ajustes, tudo é tirado de letra.

OS SHOWS

Foto: Divulgação Oziriz
Legal ver aqueles caras, que estão há mais de 20 anos tocando juntos (com algumas paradas é claro), voltando com tudo, bem ensaiados e precisos. O OZIRIZ veio com músicas autorais que sobrevivem ao tempo, algumas com riffs monstruosos e de arrepiar, como as clássicas "Gigantes da Destruição", "Ódio", essa cantada a pleno pulmões no refrão por Somacal e a platéia, além do "hit", "Por que?", que junto com a versão de "Black Sabbath" (Black Sabbath) foi o ponto alto da apresentação. Aliás, deixa eu falar uma coisa: esta última foi a melhor versão cover que vi desta música até hoje, e sabe o que mais? Foi cantada em português, dá pra acreditar? A interpretação de Somacal foi incrível!!


Foto: Divulgação Ossos do Ofício
Depois foi a vez da banda OSSOS DO OFÍCIO. A banda, liderada pelo Marciús Pezzi (Intruder Tattoo), mandou as estruturas abaixo com um thrash destruidor, com letras contadas em português, ótimas levadas e riffs, que convidavam o público a bater a cabeça. As vezes até fazia lembrar o punk mais extremo. A performance individual foi incrível, com a banda toda agitando muito e o carisma de Marciús fazendo o público, que chegava cada vez mais pela portão, se aproximar ainda mais do palco. Músicas como "Controlados" chamaram a atenção, lembro até agora de Márciús berrando "Gritos de louvoooooor", com uma vontade que deu até medo! "Múscicas de Funeral" também foi muito massa! Pra quem não sabe, esta música tem um videoclipe muito bacana, feito com stop motion. Clique AQUI para ver.

Para conhecer mais acesse: https://www.facebook.com/ossosodo98?fref=ts

Foto: Daniel Vieira
A banda SCRAPER HEAD subia no palco e logo os primeiros ruídos foram ouvidos vindo das guitarras poderosas dos irmãos Suliani (Fábio e Daniel) para depois a banda começar o arregaço sonoro com 'Opressive Violence", e aqui você já percebe que a banda tá mais afiada do que nunca. Além dela, tivemos clássicos como "Out of Control", "Saints War" entre outras, sempre com performances individuais excepcionais. Destaco o batera Rodrigo Kahler e sua impressionante e pagada e velocidade na mão direita, lembrou até o Marky Ramone. Ainda tivemos o fechamento do show, de maneira gloriosa, com um cover destruidor do VENOM para "Resurrection".

Para conhecer mais acesse: https://www.facebook.com/scraperhead?fref=ts

Foto: Thaís Perrone
Começava agora o show dos amigos do HON-RA. Meu amigo, que banda! Eles parecem melhores a cada show! O power trio mandou muito bem, executando músicas que vem caindo no gosto do público através dos recentes lançamentos de singles "colecionáveis" como eles costumam dizer. mini-CD´s que, em sua contra-capa, formam o logo da banda. Foram lançados 3 até agora, e serão lançados mais 6 para completar a "coleção". Wagner Moraes, é um showman, carismático, toca muito!! Músicas como "Lord of War", a trabalhada "Ronin", a já clássica "From the Shadows of Depths" e o novo single "Demons on the Run" fizeram parte do ótimo repertório.

Para conhecer mais acesse: https://www.facebook.com/officialhonra?fref=ts

Foto: Thaís Perrone
Convidados para suprir a ausência do INHERITOURS, os organizadores acertaram em cheio na escolha dos bento gonçalvenses do LETHAL SENSE. A agressividade da banda culminada com uma performance magistral do vocalista Miro, criaram ótimos momentos durante o show, que foi recheado de músicas autorais, presente nos seus trabalhos, como a demo "Crushed Brain" (2002) e "The Trip" EP (2012), além de 2 covers, um para o BRUJERIA e outro do PUNGENT.


Infelizmente minhas pernas não aguentaram mais e tive de ir embora no finalzinho o LETHAL SENSE e não pude presenciar o show da banda PIETÀ. Fica pra próxima vez... me desculpem. 
Mas se você quer conhecer o trabalho da banda, acesse: https://www.facebook.com/PietaGrindCore?fref=ts

=============================================
SET LISTS

OZIRIZ
01. Gigantes da Destruição
02. Falsos Profetas
03. Submissão
04. Ódio
05. Psicopata
06. Por que?
07. Black Sabbath (Black Sabbath)

OSSOS DO OFÍCIO
01. Intro
02. Fuck Noise
03. Controlados
04. Smeel Child
05. Meu Nome é Fim
06. Músicas de Funeral
07. Sonhos Reais
08. Crazy for You
09. Vírus
10. Criador

SCRAPER HEAD
01. Opressive Violence
02. Where is the Noise
03. Out of Control
04. Saint War
05. Gates fo Hell
06. Lost in a Dream
07. Destruction Objects
08. Self Anguish
09. Resurrection (Venom)

HON-RA
01. War III (abertura) 
02. Lord Of War 
03. Black Angel 
04. Honor 
05. Ronin 
06. From The Shadows Of the Depths 
07. Demons on The Run 
08. Evil Shadows

LETHAL SENSE
-Não Fornecido-

=======================Fotos: Márcia Paim====================

Marco Paim, Flávio Soares e Márcia Paim
Marco Paim, Márcia Paim, Doug Torraca, Juh Rodrigues e Matt Ripper


Marco Paim. Márcia Paim e Sérgio Colin

Marco Paim, Márcia Paim, Camila Paese e Tony Devil
Doug Torraca, Flávio Soares, Fabian Reis e Marco Paim
Para ver outras fotos, acesse:
OLD & TRUE METAL FEST - Fotos