6/24/2016

[Resenha] BLAZE BAYLEY - Casa Show - Bento Gonçalves (19/06/2016)

Blaze Bayley e The Best Iron Maiden Tribute BR 
Mais um grande show anunciado nas bandas da serra, desta vez, ninguém menos que BLAZE BAYLEY, vocalista que ficou estigmatizado por uma passagem turbulenta pelo gigante IRON MAIDEN. O evento foi promovido por Taturia Festival Produções

Acompanhado de grandes amigos em uma excursão, cheguei em Bento Gonçalves por volta das 19:30hs e a Casa Show ainda estava vazia, o que me preocupou um pouco (Lembrei do fiasco, do público é claro, no show do Tim Ripper Owens), mas logo o pessoal começou a chegar e a encher o local, que por sinal, era muito legal, não conhecia. A estrutura toda já impressionava, tanto do bar quanto do palco já montado para os shows.

A primeira banda a subir no palco foi a canadense IRON KINGDOM. Tinha visto alguns vídeos deles no YouTube e confesso que não havia me surpreendido, mas ao ver o show dos caras in loco, ficou claro que estava diante de uma grande revelação do metal. Os caras tem todo aquele visual anos 80, com calças de cotton apertadas e coletes de couro, nos remetendo ao bom e velho NWOBHM. E claro que o som não fugiu a regra, executando em seu repertório autoral, músicas que nos levavam aos tempos áureos do começo deste movimento, fazendo referência direta a bandas como IRON MAIDEN e SAXON.

Destaque para as incríveis performances dos músicos, tanto tecnicamente quanto estética e visualmente, onde percebia-se que cada movimento do show havia sido muito bem ensaiado, profissionalismo total. E o que dizer de CHRIS "Iron Throat" OSTERMAN? Além de cantar horrores, com uma goela pra lá de privilegiada, ainda se mostrou um ótimo guitarrista. Baita show!!


Depois foi a vez da banda LOUDER, banda oriunda de Veranópolis. A banda trouxe uma sonoridade mais rocker ao evento, tocando covers de bandas como DEEP PURPLE e BLACK COUNTRY COMMUNION, além de alguns sons autorais como o recém lançado single "Temple of Desire". E a banda mandou muito bem, com um repertório bem curto, acho que 6 ou 7 músicas. Destaque para o vocalista KID SANGALI, que teve uma ótima performance se revelando com um grande vocal.


Mas chegava a hora esperada. Sobem ao palco os músicos que acompanham o ex-MAIDEN, formados pela banda tributo a ela, o The Best Maiden Tribute BR e começam então os primeiros acordes de "Lord of the Flies" (Iron Maiden) para delírio da platéia, que já gritava sem parar "Blaze, Blaze, Blaze!!!". Foi muito legal ver BLAZE BAYLEY entrar no palco ovacionado, deixando a base da música rolar e pegando o seu Cel pessoal para filmar a galera. Isso foi fantástico!

Em seu repertório, muitas músicas do IRON MAIDEN, além da já citada, foram tocadas ainda:. "Futureal", "Virus", "The Classman" e "Man on the Edge", que ficaram fantásticas e muito melhor de que as originais, sem dúvida nenhuma. Porém, curiosamente, ele fez alguns covers de outras eras da donzela, tocando as músicas "Whratchild" e "Fear of the Dark" que, apesar da executadas com perfeição, na minha humilde opinião, são desnecessárias, acaba sacrificado grandes músicas até mesmo de sua carreira solo, mas enfim, é minha opinião.


Da banda BLAZE, tivemos muitas pérolas, como a clássica e uma das minhas favoritas, "Silicon Massiah", além das porradas "Born as a Stranger", "Stare of the Sun", "Ghost in the Machine" e "Leap of Faith", essa com direito a discurso de BLAZE sobre ser um artista independente e estar agora dando seu "salto de fé" em sua carreira. Já de seu mais recente (e excelente) álbum, tivemos "A Thousand Years", "Infinite Entanglement" e "Human", mostrando que o cara ainda tem muito poder de fogo e é um grande compositor.

E falando em discurso, uma das coisas mais legais que presenciei neste show, foi BLAZE falando pausadamente, palavra por palavra, em suas interações com o público deixando claro a preocupação de ser entendido. Achei curioso isso, pois as vezes a gente não entende nem o que o vocalista brasileiro está dizendo e mesmo com o som tumultuado pelo público, dava-se para entender tudo o que BAYLEY dizia... (risos). Confira neste vídeo de LEANDRO CAVALI TATUIRA:



O que vi em Bento Gonçalves no último domingo (19/06/2016) foi um grande frontman, que passou por muitas adversidades em sua vida, que mostrou seu valor como artista mesmo sendo criticado quando no MAIDEN, que tem uma carreira incrível e músicas formidáveis, dignas de clássicos. Mas o melhor ainda foi comprovar como ele é um cara muito gente boa, carismático e humilde, que atendeu a todos após o show com paciência e muita educação. E digo mais: o cara está cantando melhor agora do que há 20 anos, sem dúvida!! 

Agradecimentos especiais ao Tautira (Tatuíra Produções) pela coragem! Que venham mais shows como este para estas bandas!

Sites Relacionados

==========================
(Editor / Redator / Músico)


Márcia Paim, Blaze Bayley e Marco Paim no Meet & Greet
Marcia Paim com o Iron Kingdom