20 de jun de 2017

[Resenha] CHAOS SYNOPISIS - "Gods of Chaos" (2017)


Lançado em 25/03/17 através da parceria entre os selos Dunna Records e Black Legion Prod, os veteranos do CHAOS SYNOPSIS lançam seu 4º álbum Full, o “Gods of Chaos”, que conta com a produção de FRIGGI MADBEATS no Coruja Estúdio e masterização de NETO GROUS no Absolute Master, além do retorno do artista carioca RAFAEL TAVARES, que assina a capa. 

Segundo a banda, "o disco traz uma temática conceitual sobre Deuses do caos, guerras e destruição, trazendo um estudo de velhas mitologias de épocas onde o homem criava deuses para explicar o desconhecido." E para expressar esta temática, temos uma banda tocando um Death Metal agressivo e técnico.

Comparado ao trabalho anterior, "Seasons of Red" (2015), este álbum é bem mais cru, com uma sonoridade mais simples e nervosa, dando a impressão de um ensaio, ou uma performance ao vivo em estúdio, muito bem gravada obviamente. A bateria está "seca" e na cara, com uma ótima timbragem grave e pratos com volume na medida certa. As guitarras estão fortes e limpas, mesmo com a distorção no ganho máximo, porém o baixo está um pouco abafado, mas perceptível. O vocal é audível, JAIRO tem um gutural forte e gritos agressivos e marcantes. Contudo, parece utilizar uma métrica e melodia bem semelhantes ao longo do álbum, com exceção de alguma que outra faixa.

Destaques

Geralmente a primeira faixa é o "chute na porta" do álbum, e "Raising Hell" cumpre muito bem esse papel, com uma bela introdução com ataques, noise e muita velocidade. Os bumbos de FRIGGI parecem que vão sair correndo pelos alto falantes, cruzes!! Ela possui um riff bem empolgante que aparece em alguns momentos em uma levada mais animada, fazendo a base de pequenos solos. Muito legal!

A segunda faixa, "Storm of Chaos", que mantém o pique e a velocidade da anterior. Ela possui um refrão e um tema bem marcante. Seria o Hit do álbum? Confira o videoclipe:




Essa é a minha favorita do álbum: "Serpent in Flames" é mais arrastada e sombria, com uma harmonização chapante e até melancólica. A letra fala sobre a versão mitológica de Leviatã a monstruosa serpente citada no antigo testamento. A letra traz algumas citações bíblicas, inclusive. Uma sonzeira!!

Acho legal quando acontece isso. Enquanto a maioria das bandas fazem covers de bandas gringas, de grandes medalhões do metal mundial, eis que o CHAOS SYNOPSIS, dando um exemplo imensurável de apoio a cena underground brasileria, faz um cover da lendária ANDRALLS com "Cocaine", uma música curta e forte, ou "curta e grossa" como dizemos por aqui no sul. Uma belíssima homenagem.


==========

“Gods of Chaos” é mais um ótimo registro de uma banda que vem se firmando como um dos principais nomes do Death Metal brasileiro. Os músicos envolvidos são de qualidade inquestionável, as composições melhoram a cada trabalho, os temas são surpreendentes, relevantes, inusitados e bem criativos (e polêmicos), - como no álbum "Art of Killing" (2013) onde a abordagem foi sobre serial killers -  e tudo isso denota que os músicos do CHAOS SYNOPSIS sabem exatamente o que estão fazendo e para onde querem ir. Recomendado!


NOTA - 9,0
==================================
CHAOS SYNOPISIS - "Gods of Chaos" (2017)
Tracklist
01. Raising Hell
02. Storm of Chaos
03. Black God
04. Serpent in Flames
05. Opposer of Gods
06. The Beast that Sieges Heaven
07. Sixteen Scourges
08. Badlands Terror
09. Gods of Chaos
10. Cocaine (Andralls Tribute)

Formação
Jairo Vaz - Voz, baixo
Luiz Ferrari - guitarra
Diego Sanctus - guitarra
Friggi MadBeats - bateria



Sites Relacionados
Cortesia


================
   photo ROCKPEDIA.jpg