2 de ago de 2017

[Matéria Especial] FERNANDA TERRA: 25 anos de bateria


Ela é uma das melhores bateristas do Brasil, ficou conhecida por tocar em bandas como NERVOSA, FOOD 4 LIFE, EXTERMINA, DETONATOR E AS MUSAS DO METAL, entre tantas outras. Em agosto completa 25 anos de carreira e o Heavynroll, pediu para FERNANDA TERRA, listar seus principais 25 momentos dessa carreira. Vale conferir!

Confira 25 momentos da carreira de FERNANDA TERRA por ela mesma:

1 - Primeira aula
Já comecei fazendo aula para tocar na banda do meu irmão, na casa de um vizinho, DANIEL OLIVEIRA, quando morava em Brasília, lembro que ele começou a solar e meu coração disparou por causa da altura, mas adorei aquilo e mal sabia que era o primeiro dia do resto da minha vida.
2 - Primeira banda
Minha primeira banda foi uma banda de cover com meu irmão que não saiu da “garagem” a gente tocava IRON MAIDEN, METALLICA, RAMONES, L7... Uma mistura total...A gente tocava tudo errado mas tocava (risos).
3 - Primeira apresentação da escola de musica
Primeira vez que subi no palco foi tocando “Tarde em Itapuã” numa apresentação da BSB Musical. Sempre fui muito tímida e quando fui me apresentar estava tão insegura que não chamei nenhum amigo para ver e ainda proibi minha mãe de ir (risos), mas ela foi mesmo assim, ficou emocionada e assim me deu minha primeira bateria, no fim nem achei ruim que ela foi.

 4 - Primeira banda só de mulheres Blue Angel
Meu sonho era ter uma banda “tipo L7”, na real nem era a influencia no som e sim na atitude, queria uma banda de mina!!! Quando vim de Brasília pra São Paulo fui fazer aula com DUDA NEVES e um dia, andando pela Santo Amaro, uma banda de mina cruzou meu caminho e me viu com as baquetas, parece coisa do destino, né?
Naquela época não tinha internet e tive maior sorte, lembro que fiquei feliz porque elas já tocavam cover no Black Jack e eu tinha achado isso o máximo (risos), mas fiquei só por uns ensaios na banda, elas eram bem mais velhas que eu. Acabei tocando no Black Jack várias vezes com outras bandas depois.


5 - Primeiro show BABY SCREAM/ FOOD 4 LIFE
Depois de muito tempo consegui uma banda de mina, e mais legal, de som próprio, o BABY SCREAM, a gente ensaiava, ensaiava, já tinha umas 10 músicas que não tinham fim. Um dia o dono do estúdio falou: “To fazendo um show no Horto Florestal, vocês estão a fim de tocar? ” Uma olhou para outra moh feliz e claro que sim!!! Topamos na hora, e assim conseguimos finalizar as músicas para tocar no evento. Ainda falei que tinha uma outra banda (FOOD4 LIFE) e queria saber se também dava para tocar, assim, no fim as duas bandas tocaram.
6 - Primeiro show no Hangar
Quando toquei no Hangar logo que abriu, o show foi tão ruim, vazio, que nem acenderam as luzes direito enquanto a gente tocava, falei para os caras da banda que não queria tocar mais lá porque foi desanimador, mas no fim, acho que foi o palco que mais subi na vida, e tive grandes momentos lá!!! Abri para várias bandas gringas, como SHELTER, NO USE FOR A NAME, BAMBIX entre outras...

7 – Invasão no palco
Uma época fui chamada para tocar no STREET BULLDOGS, era uma banda que estava tocando bastante, tinha até vinheta na MTV com o som deles e fiquei feliz com o convite. Mas um pouco antes de acertarmos tudo fizemos um show com o FOOD 4 LIFE e o STREET BULLDOGS em Piracicaba dentro de uma piscina de uma casa, lembro que só tinha eu de mulher no lugar, e rolou uma invasão de palco para vir falar comigo, depois disso rolou várias vezes essa invasão no meio do show, mas essa foi bem marcante pois eles desistiram de me pôr na banda, falaram que mulher na banda dava muito trabalho.
8 - Show no programa da cultura ao vivo
Quando toquei a primeira vez na TV, foi ao vivo num programa infantil da Tv Cultura que estava abrindo espaço pra bandas, quem apresentava era o “cara das Casas Bahia e o Luciano Amaral (Lucas Silva e Silva) que tinha estudado comigo no colegial, pedi para ele que não queria ser entrevistada, mesmo assim na hora não deu, lembro que não podia falar palavrão e a primeira coisa que eu falei foi “Puta é foda” (risos), foi inesquecível.
9 – Show com a PITTY
Primeira vez que a PITTY veio tocar em SP com a banda dela INCOMA, minha banda e a banda JASON, do Rafael da Deck Records tocou junto, foi uma falência!! Sabe quando as bandas tocam para as bandas? (risos). Então...
10 – Primeira vez em Fortaleza
Primeira vez que toquei em Fortaleza foi na praia lotada, fiquei impressionada pois nunca tinha ido tocar tão longe e todo mundo sabia cantar as músicas porque passava o clipe do FOOD 4 LIFE a 1h da manhã na MTV, não tinha youtube na época, essa era a maneira de conhecer as bandas do underground, foi uma surpresa para mim.

11 - Show em Santos, capotamos o carro
Uma vez fui tocar em Santos com o FOOD 4 LIFE e capotamos o carro, a namorada do vocalista estava dirigindo, foi pegar o cigarro que caiu e perdeu a direção, foi foda, digo que renasci esse dia e passei um mês feliz só por existir.
12 - Show a um passo do fim do mundo
Esses shows tiveram várias coisas memoráveis, além de ter sido um grande festival clássico do punk rock nacional. Eu adorei! Lembro que minha banda ia embora e falei que ia ficar lá sozinha, queria ouvir todas as bandas, estava adorando aquele clima punk, nesse dia o Antônio Bivar me falou que tinha escrito sobre mim no livro dele “O Que é Punk” nem sonhava com isso, fiquei muito feliz.
13- SERGINHO GROISMAN
Fiz um teste para tocar no SERGINHO GROISMAN, aliás fiz vários testes! Fui para final com a VERA FIGUEIREDO, mas no fim o SERGINHO GROISMAN me perguntou qual tipo de som eu menos gostava, eu falei Pagode e ele pediu para tocar, toquei um samba devagar para enganar, a hora que eu acabei ele disse: “Isso é samba!” (risos), a Vera ficou na banda.
14 -Tour DOMINATRIX
DOMINATRIX precisava de uma batera para fazer uma tour que estava marcada para daqui um mês, era próximo ao atentado de 11 de setembro e a baterista delas não conseguiu visto, topei na hora, tirei 3 cds, passaporte, visto e tudo mais em um mês e fui, nunca tinha saído do Brasil e foi demais! Um dia numa festa uma gringa falou para eu ensinar ela a sambar, falei que não sabia mas podia tocar um samba se ela quisesse, depois disso ela subiu algumas vezes no palco dos shows por lá e pediu para eu tocar samba, o público adorava, isso foi bem engraçado, eles até tentavam sambar.
15 - Show com EXCOMUNGADOS
Ainda pelos shows punks da vida, um dia minha banda FINAL FIGHT tocou com o EXCOMUNGADOS e na hora do show deles o batera deles não apareceu, pediram para eu tocar no lugar, falei que não sabia, mas não adiantou, começaram a falar “pô, mas você não dá aula? ” (risos) “ só tem você de batera aqui” enfim, não tive como dizer não pois eles nunca entenderiam, foi bem engraçado fazer um show com uma banda que eu não conhecia direito todas as músicas (risos) mas depois disso eles me chamaram até para gravar o CD deles.
16 - Participei do show do RESTOS DE NADA e do LIXOMANIA
Foram 2 shows que tive orgulho de ter participado!!! O LIXOMANIA também me chamou para participar do DVD.
17 - Lançamento do meu modelo de baquetas
Nem preciso falar o quanto fiquei feliz quando a ALBA fez meu próprio modelo de baquetas né? Patrocínio já era legal, agora do meu modelo de baquetas?! Foi inesquecível quando peguei o primeiro par a primeira vez, fiquei até com dó de usar, hoje já quebrei vários pares.


18 – Meu método
Tive vários momentos dando aula de bateria, aprendi muito e quis fazer um livro do meu jeito para ensinar. Agora estou iniciando um método infantil também.
19 - Baterista do EXODUS viu do palco.
Uma coisa legal é quando você sabe que seus ídolos pararam para conhecer seu trabalho. Uma vez abri para o EXODUS tocando com a NERVOSA e no meio do show olho para trás e vejo o TOM HUNTIN (o batera do EXODUS) vendo do palco, depois do show ele veio me dar parabéns pelo show.


20 – Primeira oficina de bateria
Minha primeira oficina de bateria foi especialmente para o Lady Fest de 2010, portanto foi somente pra mulheres, foi uma experiência incrível e depois disso fiz várias outras oficinas.


21 - Namm2014
Tive a oportunidade de ir pra NAMM pela Paiste, e foi uma viagem incrível onde conheci vários artistas que sou fã, uma das melhores viagens da minha vida com certeza.
22 - Extermina no Girls Rock Camp
Adoro o Girls Rock Camp desde o primeiro onde participei dando aula e produzindo uma banda mas tocar com a EXTERMINA em 2015 foi demais!!! As campistas ficaram muito animadas!!! Parecia que estávamos inspirando um futuro ali.
23 - DETONATOR no Anime Friends
Os shows com o DETONATOR eram sempre muito legais, além de ser muito engraçado. Mas o show do Anime Friends foi o melhor!! Começamos o show de tarde e acabamos a noite, a energia estava muito boa!!! Teve duas coisas que considerei loucura na vida:

24 - Workshop no Amapá
Me chamaram e eu fui, sozinha mesmo, a hora que o avião estava aterrissando pensei “ meu deus, o que estou fazendo aqui? ” (risos) parecia que o avião tinha aterrissado no mato e fiquei com medo, no fim só conheci pessoas legais e foi tudo muito incrível! Fora o calor que me deixou bem mole, e para eu falar mal de calor é porque estava muito foda mesmo!!! Mas foi uma viagem incrível.
25 - Escola de bateria gaviões
Fazia tempo que estava querendo fazer parte de uma escola de samba aí escolhi a do meu time, fui sozinha! Mas aconteceu tanta coisa que acabei ficando com medo e nunca mais fui. Acho que só dá para ir se você conhece alguém lá dentro.
FERNANDA TERRA comentou:
“Te falar que foi difícil começar a listar 25, muita coisa, mas depois que comecei veio muito mais lembranças inesquecíveis na mente, e daria muito mais que 25...
Valeu pela oportunidade e não deixem de me seguir nas redes sociais para saber das novidades. ”


Links Relacionaodos
FACEBOOK
INSTAGRAM
TWITTER


Matéria Especial por
================================
 photo ROCKPEDIA.jpg