1 de set de 2017

ACCEPT, ICED EARTH e RAGE: Confira a rápida analise dos mais recentes álbuns

Nos últimos meses, 3 grandes nomes do Heavy Metal mundial lançaram seus mais recentes trabalhos, ICED EARTH - "Incorruptible", dia 16 de Junho, RAGE - "Seasons of the Black", dia 28 de Julho, ACCEPT - "The Rise of Chaos", dia 04 de Agosto. E o que eles tem em comum?

Bem. Além da própria grandeza dentro do estilo e de terem sofrido mudanças drásticas nas suas formações, há também o ponto 'sonoridade', quero dizer, são bandas que se mantém fieis a sua sonoridade e até mesmo tem resgatado suas raízes, buscando revisitar seus momentos mais gloriosos do passado trazendo muitas referências em suas músicas atuais. 

Então, vamos lá. Por ordem de lançamento:



ICED EARTH - Incorruptible

Este é o 3 álbum seguido com o mesmo vocalista, e isso já não acontecia desde a primeira saída de Mattew Barlow. Pelo jeito, Stu Block realmente caiu nas graças do chefão Jon Schaffer, mesmo porque, ele consegue ser, e isso eu já mencionei em una resenha, uma mistura entre Matt e Ripper. O que mais o Jon iria querer, não é? (risos).

Apesar de "incorruptible" soar exatamente igual aos 2 anteriores, as composições são menos técnicas e "progressivas', dando ênfase a riffs simples, alguns rápidos, outros melódicos, meio que lembrando a fase Barlow. Eu adorei este álbum por inteiro! 

É o tipo de trabalho que você o escuta do começo ao fim e se impressiona com todas as faixas. Todas tem ótimos momentos e refrões fodásticos, que o mantém em uma média de bom a ótimo!

Assista ao lyric video de "Great Heathen Army"
Assista ao lyric vídeo de "Clear The Way (December 13th, 1862)"



NOTA - 9,5


RAGE - Seasons of the Black

Há alguns anos, o mais prolífero das 3 bandas (são 24 álbuns de estúdio), o RAGE estava muito mal das pernas, inclusive com Peavy anunciando, por um breve período de tempo, que havia encerrado as atividades. Depois, ressurgindo das trevas, lançaram o bom "The Evil Strikes Again" (2016), com uma nova e muito competente formação, além de folego totalmente renovado. 

Já no lançamento anterior, o RAGE ensaiava um retorno as suas origens, deixando de lado aqueles elementos progressivos presentes na Era Smolski/Terrana - que eu adoro, diga-se - e trazendo o Power Thrash Metal em evidência novamente, transformando este trabalho em quase um remake de álbuns como "Trapped". Na versão deluxe, inclusive, há 6 regravações de músicas do primeiro álbum "Prayers of Steel" (1985) no CD2 que, com a nova roupagem, ficaram incrivelmente atuais!

As músicas de "Seasons fo the Black" transpiram bom gosto e criatividade, além de muito peso. Este é daqueles álbuns que encara você com "fogonoszóio"! Vida longa  a Peter "Peavy" Wagner e ao RAGE!!

Assista ao videoclipe de "Seasons of the Black"
Assista ao videoclipe de remake de "Adoration"

NOTA - 8,5


ACCEPT - The Rise of Chaos

E o lendário ACCEPT também lançou seu mais novo trabalho, o "The Rise of Chaos", o 4º com o vocalista Mark Tornillo - o tempo voa! - porém, neste não temos o lendário guitarrista Harman Frank e o baterista Stefen Schwarzmann, que se retiraram do grupo para formar outra banda. 

E tu acha que o poderoso Wolf Hoffmann se abateu? Que nada, tratou de recrutar cabeças novas. Para o posto de guitarrista, temos ninguém menos que Uwi Lulis, conhecido por ter tocado no Grave Digger em sua fase áurea (1987-2000) e o jovem baterista Christopher William, e manteve a chama do ACCEPT acesa e praticamente intocável, tanto que você quase nem percebe a diferença do "Blind Rage" para "The Rise of Chaos". 

Daí você pensa que os caras já estão velhos, o vocal, com aquela voz agressiva, já está pedindo água, mas daí ouve "The Rise of Chaos" e percebe que os caras recém começaram a chamuscar a lenha! Impressionante como Mark tem soado melhor a cada lançamento. Já Wolf é um doutor em criar belos e marcantes riffs. Já consigo ver músicas como a poderosa e rápida "Die by the Sword", as divertidas e ilarias "Koolaid" e "Analog Man" e a séria  "What´s Done is Done" como grandes Hits e futuros clássicos deste trabalho.

Assista ao liveclipe de "Die By the Sword"
Assista ao videoclipe de "The Rise of Chaos"
Assista ao lyric vídeo de "Koolaid"


NOTA - 9,5


===================

E daí? Vocês já ouviram estes trabalhos, concordam comigo?
E se gostou desta forma de fazer resenha de trabalhos internacionais, dá um toque aí! Abração!



================
   photo ROCKPEDIA.jpg