23 de set de 2017

[Resenha] THE CULT – Bar Opinião – Porto Alegre/RS (17/09/17)

Um dos maiores nomes do rock mundial desembarcou em Porto Alegre/RS, mais precisamente no Bar Opinião, uma das casas mais tradicionais do Sul do Brasil: THE CULT, que está em turnê de divulgação do álbum "Hidden City”. Confira a resenha:


Show marcado para um domingo, não tem como não ser perfeito. Após um sábado chuvoso, o domingo amanhece um pouco melhor e na hora do início da viagem, com a Rupestre Turismo, até o sol apareceu.

Saio de Caxias do Sul as 17h, com uma viagem que dura em média 02 horas, chegamos a capital gaúcha, um pouco depois das 19h. Na chegada já tinha uma fila enorme, em volta do Bar Opinião, a expectativa era grande para ver Ian Astbury e Cia. 

Observando o público, era bonito de ver, gerações se misturando, pais levando filhos, a velha guarda e novos fãs, mostrando a força do THE CULT.

Entro no Bar Opinião as 20h45, show com início previsto para as 22h, o local ainda não estava cheio, mas, com o passar das horas, a casa começou a lotar e perto de iniciar o show, podemos dizer que a casa já estava lotada.

Sem banda de abertura e pontualmente as 22h, o tão esperado momento acontece, o THE CULT sobe no palco do Bar Opinião, para alegria do público presente, que vai a loucura com esse momento, IAN ASTBURY (vocal), BILLY DUFFY (guitarra), JOHN TEMPESTA (bateria), DAMON FOX (guitarra) e GRANT FITZPATRICK (baixo), começam com a clássica “Wild Flower”, confesso que foi de arrepiar, o Opinião quase veio abaixo. Na sequência veio “Rain” e “Dark Energy”.

A essa altura todos já estavam enlouquecidos com o que estavam presenciando, que banda entrosada! IAN ASTBURY está numa grande fase, tem o público na mão, carisma demais, sem dúvida nenhuma, um dos maiores nomes do rock and roll mundial.


Depois veio “Peace Dog”, “LilDevil” e “Nirvana”, era mágico ver BILLY DUFFY e sua guitarra, eu olhava e voltava no tempo, quando assistia os clipes da banda na Tv, confesso que me emocionei, vendo um dos maiores guitarristas da história.

Também tivemos “Birds of Paradise”, “Deeply Ordered Chaos”, “The Phoenix”, “Rise”, “She Sells Sanctuary”, a minha favorita “Sweet Soul Sister”, onde o público cantou junto com IAN, momento de arrepiar, “Fire Woman” finaliza uma sequência matadora.

O THE CULT volta para o esperado bis, com “Kind Contrary Man” e “Love Removal Machine”, encerrando assim, um dos melhores shows que passaram pela capital gaúcha em 2017.


IAN ASTBURY mostrou que continua sendo um dos maiores vocalistas da história do rock, puro carisma, interage com o público, como um frontman deve ser, uma verdadeira aula.

As guitarras do Cult, com BILLY DUFFY, que é um show à parte, que guitarrista incrível, com seus riffs poderosos, e DAMON FOX estavam em uma noite incrível. JOHN TEMPESTA é um monstro na bateria e completando a “cozinha” um grande baixista chamado GRANT FITZPATRICK

Um ponto negativo, foi a duração, bem que poderia ter mais tempo de show, né? (risos).

Certamente esse show, vai ficar na memória de muita gente, o THE CULT veio e emocionou, podemos dizer que os “dinossauros” vivem, e nós agradecemos isso.


Set list Porto Alegre 2017:

Wild Flower
Rain
Dark Energy
Peace Dog
Lil’ Devil
Nirvana
Birds of Paradise
Deeply Ordered Chaos
The Phoenix
Rise
Sweet Soul Sister
She Sells Sanctuary
Fire Woman

Bis:
King Contrary Man
Love Removal Machine








================================
 photo ROCKPEDIA.jpg