27 de nov de 2017

[Resenha] JEV - "Jev" (2017)


Temos estreia no pedaço! Trata-se do primeiro álbum da banda de Hard Rock JEV, intitulado "Jev". O trabalho foi produzido por Glauber Ribat no Plugg N’ Play Studios em São José dos Campos/SP, mixado e masterizado no Ribat Studios e lançado pela Urca Music/Warner Chappel e traz uma sonoridade com uma mescla de Hard  Rock e Heavy Metal Tradicional com fortes influências oitentistas.

O que me chamou a atenção de cara, foi a voz de Hebert Davis. Ele tem um estilo escrachado de cantar, em algumas passagens lembra Bon Scott (Ac/Dc) e em outras, mais ainda, lembra John Gallagher (Raven). Já as músicas são bem criativas, fora do previsível para o estilo, onde os poderosos Riffs da guitarra de Cleiton Soman fazem toda a diferença através de temas de muito bom gosto.

Dentre as faixas que se destacam, depois da introdução "The Racing", "Driver" já começa com um riff interessante e inesperado, depois ela fica mais acessível e dançante, com algumas mudanças de levadas no decorrer da faixa. Apesar de ter gostado dela e de claramente haver uma ligação lógica com a Intro, acho que não seria a música certa para abrir o álbum. 

Em seguida vem "Move On", um som rápido e pegado, ao estilo Raven nos anos 80/90. O destaque fica por conta mesmo dos belíssimos Riffs de guitarra e o solo recheado de veneno. Tem também as ótimas levadas de Jéssica Alessandra, que demonstra ser uma batera bem firme, com batidas cravadas em todas as faixas. A melhor de todo o álbum, com certeza!! Essa sim seria um som legal para abrir o trabalho. - (Experimente trocar a primeira pela segunda depois da Intro pra ver o efeito legal que fica)

E falando em Riffs fodásticos, "Wildest Youth" é fantástica! Além dos vocais viscerais de Hebert, Cleiton faz um trabalho incrível, que harmonização foda!! No decorrer de toda a faixa temos mudanças de andamentos e fraseados intrincados. Fico imaginando ela ao vivo com luzes vermelhas e verdes,  com gelo seco vindo de trás do guitarrista, o impacto seria ser incrível.

Para fechar o álbum, vem a mais trabalhada de todo o trabalho: "Everytime I’ll Loose my Mind (Long Live Rock and Roll)", com muitas mudanças de levadas. Aqui o baixo de Allan Tavares tem um pouco mais de destaque, com alguns slides e oitavadas certeiras, enriquecendo ainda mais o belo trabalho de harmonia e as quebradas de Jéssica.

"Jev" é um ótimo trabalho de estreia, a produção ficou bem legal, nostálgica, com aquela caixa de bateria grave e com sobra, além de um ótimo timbre de guitarra. O que não curti muito foi os vocais nas músicas mais lentas, não casou muito, já que impostação foi exatamente igual as mais pesadas, precisava ter suavizado mais, sei lá.... "Your Look" pode ser uma exceção, pois é uma semi-balada pesada. Ela  ganhou até um videoclipe bem bacana e você pode ver abaixo.




NOTA - 8,0
=====================
JEV - "Jev" (2017)
Faixas
01. The Racing
02. Driver
03. Move it On
04. Syren
05. Wildest Youth
06. Your Look
07. When is Love
08. Heaven
09. Over this Time
10. Everytime I’ll Loose my Mind (Long Live Rock and Roll)


Formação
Hebert Davis - Vocal
Cleiton Soman - Guitarra
Allan Tavares - Baixo 
Jéssica Alessandra - Bateria

Links
FACEBOOK

Cortesia de
RÔMEL SANTOS

================
   photo ROCKPEDIA.jpg