4 de abril de 2011

[Resenha] ACCEPT - "Blood of the Nations" (2010)


Daí galera, nesta semana trago a vocês uma das melhores bandas de heavy metal do planeta, que ficou por 5 anos estagnada e em estado de inércia após a saída de seu principal integrante e fundador, o inconfundível UDO DIRKSCHNEIDER, para seguir exclusivamente em carreira solo (U.D.O), o que já mantinha desde 1987.

O ACCEPT é uma banda alemã que surgiu no final dos anos 70, mas que teve seu ápice nos anos 80 com os álbuns "Breaker", "Restless & Wild", "Balls to the Wall" e "Metal Heart", e que se tornaram referências ao estilo, influenciando grande parte das bandas de heavy metal alemãs da época e até hoje, (como Rage, Brainstorm, Symphorce, Gamma Ray, Primal Fear e etc...) Bom, estes álbuns não preciso nem recomendar, porque o cara que curte metal que nunca os ouviu tem mais é "que meter os 2 dedos no c** e rasgar até a nuca" - como diria o meu amigo Luciano Zanotto - Verdadeiros clásscos.

Por ser uma banda de muita personalidade, a banda se viu num "mato sem cachorro" após a saída de Udo em 2005. Como substituir um cara que praticamente ditou o estilo do ACCEPT sem perder a identidade?

Eis que aparece em 2009, MARK TORNILLO, um vocalista até então desconhecido, mas que tinha todas as características da banda - Pense numa mistura de UDO com BRIAN JOHNSON (Ac/Dc) e muita pegada! Pois bem... este é MARK.

"Blood of the Nations" trouxe de volta om melhor do heavy metal tradicional, e toda história do ACCEPT em um álbum só. Ele é um ótimo disco por inteiro, eles pregam fogo do começo ao fim. Os destaques ficam por conta de "Beat the Bastards", um som rápido, perfeito para abrir um álbum, "Teutonic Terror", uma música que já se tornou um clássico, as arrastadas "The Abyss" e "Shades of Death", proféticas e misticas. A faixa título "Blood of the Nation", que conta com os clássicos coros vocais dos álbuns antigos, como em "Balls to the Wall". Ainda temos "Rolling Thunder" e "Bucket Full of Hate" com riffs bem ao estilo anos 80 e que nos remetem aos tempos do "Restless & Wild" e "Metal Heart".

Considerado um dos melhores lançamentos de 2010 na mídia especializada, "Blood of the Nation" traz um ACCEPT revigorado em um retorno triunfal. Pra quem curte heavy metal tradicional, nostálgico e de alta qualidade, esse eu recomendo!!!

NOTA - 9,0
================================
ACCEPT - "Blood of the Nations" (2010)
tracklist
01 - Beat the Bastards
02 - Teutonic Terror
03 - The Abyss
04 - Blood of the Nations
05 - Shades of Death
06 - Locked and Loaded
07 - Time Machine (bônus USA)
08 - Kill the Pain
09 - Rolling Thunder
10 - Pandemic
11- New World Comin´
12 - No Shelter
13 - Bucket Full of Hate
14 - Land of the Free (bônus Japan)

Line-up
Mark Tornillo - vocal
Wolf Hoffmann - guitarra
Herman Frank - guitarra
Peter Baltes - baixo
Stefan Schwarmann - bateria



==========================
(Editor / Redator / Músico)



Comentários
0 Comentários