2 de julho de 2011

[Resenha] O Heavy Metal dos Anos 80` (1984)

1984

"Powerslave" - IRON MAIDEN

E o IRON MAIDEN sobe mais um degrau acima em sua evolução sonora. "Powerslave" é o álbum mais pesado que o Iron gravou em termos de riffs e timbres de guitarra. Nele contém grandes pérolas do metal mundial como "Aces High", que influênciou o metal melódico com seu refrão épico, além de "2 Minutes to Midnight", a inspirada instrumental "Lucifer´s Word (Big `Orra)", "Powerslave" e a épica, belíssima e longa "The Rime of Ancient Mariner" com mais de 13 min de puro heavy metal. Este álbum também proporcionou ao Iron Maiden a maior turnê mundial, até então, para uma banda de heavy metal, o "World Slavery Tour", que teve passagem inclusive pelo Brasil, na primeira edição do Rock in Rio. O registro desta monstruosa turnê que durou mais de 1 ano inenterrupto, ficou registrado na álbum "Live After Death".Outro fato é que a partir deste momento, o IRON MAIDEN passou a ser sempre headliner em todos festivais.

"Defenders of the Faith" - JUDAS PRIEST

Seguindo a linha sonora de "Screaming for Vengaence", o Judas lança outro grande trabalho que se tornaria um clássico. O álbum já abre com a rápida e excelente "Freewheel Burning" e mostra toda fúria de um dos mais importantes expoentes do metal mundial. Destaques também para "Jawbraker", a clássica "The Santinel", "Love Bites" e "Eat Me Alive".


"Stay Hungry" - TWISTED SISTER

E o TWISTED SISTER lança sua obra prima, um verdadeiro clássico do heavy metal e do hard rock, e que levou a banda ao patamar mundial. Este foi ápice da banda, depois dele, a coisa só afundou e a banda nunca mais teve o prestígio além deste álbum. Nesta obra temos o grande hino "We´re Not Gonna Take It", uma música que entrou no gosto dos mais variados estilos do rock. Há também as mais pesadas, como a rápida "Stay Hungry", "Burn in Hell", "The Beast" e a conceitual "Horror-Teria  a)Captain Howdy b)Street Justice", além da clássica balada "The Price". Em 2004. vinte anos depois, a banda regravou todo o álbum relançando-o como "Still Hungry".


"Riding the Lightning" - METALLICA

Vemos aqui que o METALLICA sobe mais um degrau em sua evolução musical. Com uma produção mais caprichada que o primeiro, até a voz de JAMES está soando muito melhor que o álbum de estreia. Este trabalho traz grandes clássicos da banda que agradaram de cara o novíssimo público trash, como "From Whom the Bell Tolls", "Fade to Black" e "Creeping Death". Com este álbum o METALLICA já começa a ganhar notoriedade e ficava conhecido ao redor do mundo.

"The Warning" - QUEENSRYCHE

O primeiro full-lenght do QUEENSRYCHE é um dos melhores álbuns de metal tradicional dos anos 80`. Influências de IRON MAIDEN e JUDAS PRIEST são claras, mas o que destaca o álbum são as letras inteligentes e anarquistas, geralmente em protesto ao governo americano, além da extraordinária voz de GEOFF TATE. Depois do sucesso do primeiro EP, com este álbum a banda faz a sua primeira turnê mundial como banda de abertura para grandes nomes do metal mundial, inclusive gravando um vídeo no Japão (Live Tokyo). Vamos aos clássicos: "Enforce", "Take Hold of the Flame", "MN156" e "Roads to Madness"

 "Crusader" - SAXON

Este é considerado o maior clássico do SAXON e um dos melhores álbuns dos anos 80`. Eu particularmente não curto muito a sua sonoridade em termos de produção musical, mas há grandes sons aqui, com certeza. "Cruzader", que é quase um hino, "Set Me Free" e "Run For Your Lives" são as mais fodonas, na minha opinião.



"The Last in Line" - DIO

Mantendo o padrão do primeiro álbum, DIO volta com mais uma porrada. Mas apesar da qualidade o álbum soa um pouco estranho, como um hard rock enrustido nos riffs de guitarra abafado pelo vocal sombrio de RONNIE. Mesmo assim, músicas como "We Rock", "The Last in Line" e "Egypt (The Chaisn Are On)" fazem deste álbum um grande trabalho.



"W.a.s.p." - W.A.S.P.

Influenciados por SLADE, ALICE COOPER e KISS, o primeiro álbum do W.A.S.P emplacou um dos maiores clássicos dos anos 80, "I Wanna Be Somebody". O que chama muito a atenção é grande vocal de BLACKIE LAWLESS, que também é baixista (ao vivo ele tem todos os trejeitos de Gene Simmons). Este álbum ganhou disco de ouro nos EUA consolidando, já de arrancada, o nome do grupo. Outros destaques: "School Daze", "On Your Knees" e "The Flame". Um baita disco!!!


"Hail to the England" - MANOWAR

O MANOWAR sempre foi conhecido por seus hinos em devoção ao heavy metal e a sua legião de guerreiros bárbaros. Em "Blood of My Enemies" você já tem este clima nórdico, seguido pela sombria "Each Dawn and Die" que te leva aos campos de batalha. Destaque também para "Hail to the Eangland" e seu coro estrondoso.



"Don´t Breaking the Oath" - MERCYFUL FATE

Heavy metal da melhor qualidade. Incrível como o MERCYFUL FATE consegue ser original e inconfundível. Riffs e bases de muito bom gosto, agradáveis e ao mesmo tempo marcantes. E a voz de KING DIAMOND... bem, é a voz de KING DIAMOND. Destaques para "A Dangerous Meeting", "Desecration of Souls", a gloriosa "Gypsy" e o clássico "Come to the Sabbath"


'Rising Force" - YNGWIE MALMSTEEN

Este é um dos melhores álbuns da carreira do MALMSTEEN. Traz também a estreia de um dos maiores vocalistas de hard rock da história, JEFF SCOTT SOTO, destruindo. Influênciado por RICHIE BLACKMORE e compositores clásscos - apesar de seu ego hoje afirmar que nunca houve influência de ninguém... já nasceu tocando. - o suéco conseguiu juntar e aprimorar a técnica de seu mestre ao heavy metal fazendo um grande trabalho e o lançando ao mundo. Destaque para as músicas "Black Star" e "Far Beyond the Sun" dois clássicos para qualquer guitarrista, além de "As Above, So Below" e sua clássica sequência de arpeggios.

"Tooth and Nail" - DOKKEN

Apesar de ser uma banda de hardrock, este é um álbum do DOKKEN que não pode passar desapercebido, talvez o único na carreira da banda. Como em poucas vezes, DON DOKKEN está com uma ótima voz, mas o que se destaca mesmo são os riffs e solos do mestre GEORGE LYNCH, que já na faixa título mostra toda a sua técnica. Também tem as músicas "Just Got Lucky" e a arrastada "When Heaven Comes Down".


"See You in Hell" - GRIM REAPER

Sabe aqueles clássicos perdidos no tempo? Pois bem, este é um deles. Trata-se de um heavy metal tradicional com muita influência de SAXON, JUDAS PRIEST e principalmente IRON MAIDEN. Este álbum foi um grande lançamento no Reino Unido e conquistou o primeiro lugar em algumas mídias. Após este trabalho a banda lançou ainda 2 álbuns mais no estilo hard rock e acabou tornando-se uma lenda. Destques para "See You in Hell", "Now or Never" e "All Hell Let Loose".


Outros álbuns lançados neste ano

"Fisful of Metal" - ANTHRAX
"Bon Jovi" - BON JOVI
"Morbid Tales" - CELTIC FROST
"Night on Bröcken" - FATES WARNING
"Night On Bröcken" - FATES WARNING
"Perfect Strangers" - DEEP PURPLE
"Sentence of Death" - DESTRUCTION
"Dreamtime" - THE CULT
"Metal Church" - METAL CHURCH
"Projects in the Jungle" - PANTERA
"Condiction Critical" - QUIET RIOT
"Gates of Purgatory" - RUNNING WILD
"The Dungeons Are Calling" - SAVATAGE
"Hauntong the Chapel" - SLAYER
"The Yellow and Black Attack" - STRYPER
"1984" - VAN HALEN
"At War With Satan" - VENOM


==========================
(Editor / Redator / Músico)



Comentários
0 Comentários