17 de setembro de 2013

[Resenha] DRILLER - "The Final Deal" (2013)


A banda DRILLER foi formada em 2009 na cidade de Edimburgo/UK pelos músicos brasileiros ALEX RECH (voz e guitarra), RICARDO RECH (bateria) e pelo baixista local THOMAS SILK. A proposta é um hard rock pesado e técnico, que passeia por influências da quebradeira de RACER X ao clima mais "up" de WHITESNAKE, passando pelo toque mais ácido e sombrio de DIO dos anos 80. 

O álbum é o segundo trabalho do grupo, que em 2010 lançou o EP "Alchemy of Love" e agora traz seu primeiro full com 12 músicas e novamente de forma totalmente independente, gravado em um estúdio particular. O que diferencia do primeiro, é que na época das gravações, THOMAS saiu da banda e voltou somente depois do álbum finalizado, ficando a cargo de ALEX RECH gravar todos os baixos. 

A capacidade técnica dos irmãos RECH é incontestável, ALEX é sem dúvida a grande alma do esquema, com riffs marcantes e solos e dobradinhas de tirar o fôlego, fez um trabalho incrível, sem dúvida um dos melhores guitarristas brasileiros, pena que não tomamos este conhecimento enquanto ele estava por aqui. Mas além de um ótimo guitarrista, mandou muito bem nos vocais, coisa que ele já faz há algum tempo, e criou ótimas linhas e refrões. Já RICARDO manteve um estilo mais marcante e firme, mas em muitos momentos surpreende com mudanças de tempo e quebradas de andamento bem interessantes, ou seja, os caras sabem o que fazem, e fazem na hora certa, sem exageros.

Destaques
Os destaques ficam por conta de "Heaven´s Far", primeiro single lançado no mês passado, que traz um grande refrão e um ritmo mais cadenciado.

"Mad Science" com ótimas levadas de guitarras e bateria, um riff matador.

"Wild Dream", que é bem ao estilo DIO nos primeiros álbuns, nervoso e agitado.

A excelente "Holding On" que tem uma introdução instrumental fantástica, lembrando um pouco o RACER X e toda aquela quebradeira e mudanças rítmicas.



"No Tomorrow", que mostra um lado um pouco mais alternativo e moderno da banda,e lembrou um pouco do KISS dos anos 90.

o grande trabalho de guitarras da música de "Raise the Cap", com uma levada ao estilo VAN HALEN e WHITESNAKE;

"The Magic Runner" mantém o estilo hard técnico puxando influências de bandas como  TALISMAN, inclusive, o vocal do ALEX tem alguma coisa de JEFF S. SOTO;

Em "You and My Way" os caras realmente mostram o poder de fogo e desfilam peso, muita técnica e bom gosto.

e a música que fecha o trabalho é a rápida "Daredevil Blues", um som que deverá funcionar muito bem ao vivo, com a galera enlouquecida jogando cadeiras e cerveja para o alto!

Minha única ressalva é quanto a produção, que podia ter trazido o instrumental um pouco mais para fora, junto do vocal, que ficou um pouco sobressaído. Mas isso não compromete a qualidade das composições, que são inspiradas, bem pensadas e de muito bom gosto,. nem afeta a audição do álbum. E pontos para a arte gráfica da capa, um clima meio "Somewhere in Time", muito massa!!!

Trata-se de um hard rock pesado de primeira linha, gravado por músicos talentosos e que sabem muito bem o que estão fazendo. A banda tem tudo para ser muito bem sucedida, ótimos músicos, excelentes músicas e estão em um lugar onde as coisas tem mais chances de acontecer.

NOTA - 8,5
============================
DRILLER - "The Final Deal" (2013)
(Independente/UK)
Tracklist
01 Heaven's Far
02 Mad Science
03 The Final Deal
04 Wild Dream
05 Holding On
06 No Tomorrow
07 Raise The Cape
08 The Magic Runner
09 City of Lights
10 Coming Home
11 You and My Way
12 Daredevil Blues

LineUp
Alex Rech - voz/guitarra/baixo/violão
Ricardo Rech - bateria

Links Relacionados
FACEBOOK


================
 photo ROCKPEDIA.jpg



Comentários
0 Comentários