14 de junho de 2014

[Resenha] BRAINSTORM - "Firesoul" (2014)


Quem me conhece sabe que não é de hoje que eu sou fã desta banda. Os alemães do BRAINSTORM me cativaram há 10 anos atrás quando eu os conheci através do grande álbum "Ambiguity". Depois, a cada descoberta fui me identificando cada vez mais. Se você quiser conhecer um pouco mais da discografia, clique AQUI e veja a análise crítica que fiz recentemente.

O som dos alemães se caracteriza pelos riffs marcantes e pesados, mesclando agressividade com linhas melódicas, onde temos uma banda de heavy metal que bota a musicalidade sempre em primeiro lugar e valoriza a interpretação mais que simplesmente técnica, que aliás, tem de sobra.

Depois de 2 lançamentos medianos e quando já se achava que a banda tinha esgotado suas fontes de inspirações, a banda volta com tudo em 2014 com incrível álbum "Firesoul" colocando-o no hall dos grandes lançamentos do ano até agora, em minha opinião, e também dos melhores lançamentos do próprio grupo.

Destaques
"Erased By the Dark" abre o trabalho com um peso absurdo, ao velho estilo BRAINSTORM, com um cadenciamento rápido, além de um pré e refrão de arrepiar.

"Firesoul", a faixa título, ganhou um videoclipe muito hilário, também lembra muito as músicas da "era de ouro" da banda.

"Descendants of the Fire" parece ter sido tirada do "Ambiguity", com uma veia mais thrash. Aqui o baterista DIETER BERNERT dá um show a parte, aliás, o considero um dos melhores bateristas do metal mundial, sempre criativo, firme e preciso em suas levadas.

"Recall the Real", minha preferida do álbum, é aquela que chamamos de hit, com uma estrutura musical bem agradável e um refrão que arrepia dos pé a cabeça. Refrões bem criativos e cativantes sempre foram um dos maiores atributos da banda.

"Shadowseeker" é fodástica, a minha segunda preferida. É outra volta aos tempos áureos da banda, para quem a conhece é claro. Rápida, riffada e pesada.

"The Chosen", meu amigo, que riffs! Já disse em matéria anterior e repito, TORSTEN IHLENFELD e MILAN LONCARIC é uma das melhores duplas de guitarristas e compositores do metal mundial. O que esses cara já criaram na história da banda é incrível. E esta música é um exemplo disso. Sem contar o grande vocal de ANDY B. FRANK, que é matador.

"... And I Wonder", é outra com aqueles refrões estilo hit. Tem ótimos climas de teclados valorizando melodias muito cativantes.



Se já não bastasse, a versão limitada do álbum ainda traz duas músicas e um CD bônus ao vivo chamado "12 Moments to Remember - Live at the Byh!?" Uma coetânea de músicas da última turnê com versões de músicas totalmente sem overdubs em festivais como Graspop e Wacken.

Considero "Firesoul" como uma volta aos tempos de ouro do BRAINSTORM, uma mistura de todos os melhores elementos de tudo que a banda já fez. ANDY tem muita maturidade musical e ainda impressiona com linhas melódicas criativas. Sem dúvida, é uma das bandas mais injustiçadas do metal mundial, levando em conta toda a sua história comparado a cada porcaria que ouvimos por aí, e se dando bem... Eu Recomendo!!

NOTA - 9,5
============================
BRAINSTORM - "Firesoul" (2014)
Tracklist
01. Erased By The Dark
02. Firesoul
03. Descendants Of The Fire
04. Entering Solitude
05. Recall The Real…
06. Shadowseeker
07. Feed Me Lies
08. What Grows Inside
09. The Chosen
10. … And I Wonder
Bônus
11. Disappeared
12. Strangled

"12 Moments to Remember - Live at the Byh!?"
Tracklist
01. Intro  Worlds Are Comming Through
02. Blind Suffering
03. Hollow Hideaway
04. Shiva's Tears
05. The Leading
06. Temple Of Stone
07. Highs Without Lows
08. Shiver
09. Falling Spiral Down
10. All Those Words
11. Fire Walk With Me
12. How Do You Feel
Bônus
13. The Brainiacs Are Singing!

Line-up
Andy B. Franck – vocals
Torsten Ihlenfeld – guitar
Milan Loncaric – guitar
Antonio Ieva – bass
Dieter Bernert – drums

============================
Links Relacionados
WEBSITE




==========================
(Editor / Redator / Músico)



Comentários
0 Comentários