18 de outubro de 2014

[Resenha] QUEENSRYCHE - "Promised Land" (1994) - *20 Anos

[RESENHA] Por MARCO PAIM


Há 20 anos o QUEENSRYCHE lançava o que foi o seu álbum mais progressivo. O ótimo e conceitual "Promised Land"!

Lançado no dia 18 de outubro de 1994, apresentava uma drástica mudança na sonoridade da banda. que neste ponto da história, já era conhecido por ser "previsivelmente imprevisível", onde a cada álbum surpreende não se repetindo e mostrando novas facetas. Ele sucede o excelente "Empire", e muitos dizem ter uma sonoridade mais voltada ao grunge, que estava em ascensão na época, o que discordo totalmente, apesar dos álbuns seguintes explorarem este novo estilo.

"Promised Land" foge totalmente do heavy metal tradicional e do hard dos álbuns anteriores, ele é progressivo e conceitual. Muitas vezes incompreendido, ele marca o fim de uma era de ouro da banda (apesar de muitos não o incluírem neste contexto) e também a saída de um de seus principais compositores, o guitarrista Chris DeGarmo (Que voltou mais tarde para mais um álbum, sem muito respaldo, o enfadonho "Tribe").

Músicas como a conhecida e intrincada "I am I" seguida da clássica "Damaged", ele ainda possui verdadeiro petardos, como a excelente semi-balada "Bridge", uma das minhas preferidas, além das atmosféricas "Lady Jane" e "One More Time". Além disso, temos a intimista "Someone Else", tocada apenas com voz e piano numa interpretação espetacular de Geoff Tate. Nesta época também, eles gravaram um single extremamente raro, chamado "Real World", que não sei por que cargas dágua não entrou no álbum, por é uma das melhores músicas já feitas pela banda. Ela foi incluídas mais tarde em versão de bônus, muitas vezes, ao vivo.


A atmosfera do álbum é envolvente e limpa, deixando de lado o peso das guitarras, que são metodicamente dosadas ao longo play. Infelizmente, o QUEENSRYCHE depois disso não foi mais a mesma banda, atirando pra todos os lados e experimentando demais, tentando ser "atual" esquecendo que sua principal característica era sempre ser a frente de seu tempo. "Promised Land" é um álbum para ser ouvido com calma e atenção, pois há muitos detalhes e a história é complexa. Eu recomendo!

=================================
QUEENSRYCHE - "Promised Land" (1994)
Tracklist
01. 9:28 AM
02 . I Am I
03. Damaged
04. Out of Mind
05. Bridge
06. Promised Land
07. Disconnected
08. Lady Jane
09. My Global Mind
10. One More Time
11. Someone Else
Bônus
12. Real World (Live London)
13. Last Time in Paris

Lineup
Geoff Tate - voz, piano e saxofone
Chris DeGharmo - guitarra e violão
Michael Wilton - guitarra e violão
Eddie Jackson - baixo
Scott Rockenfield - bateria e percussão


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário