30 de abril de 2018

JETHRO TULL - Discografia - Os Melhores e Os Piores

Confira análise da discografia de uma das maiores bandas da história do rock progressivo e do rock folk





NE: Publicado Originalmente em 02.01.2015

A banda de rock folk e rock progressivo JETHRO TULL começou sua carreira em 1967 e seu primeiro álbum, "This Was" é calcado no blues raiz da época, porém, de cara inovou ao introduzir arranjos de flautas e uma maneira de cantar única do líder IAN ANDERSON. Além do blues, ao longo da carreira, a banda, que sempre teve músicos extraordinários em seu line up,  cada vez mais evoluia seu som introduzindo elementos da música clássica, folk, jazz e hard rock, obtendo um estilo único onde misturava o peso das guitarras e o psicodelismo dos teclados com flautas, violas e violões.

O legado deixado pelo JETHRO, que teve seu fim no ano passado (2014), é repercutido em várias vertentes do rock, (inclusive em bandas de heavy metal, onde os fãs mais célebres, Steve Harris e Bruce Dickinson, fizeram a famosa versão de "Cross-Eyed Mary" com o IRON MAIDEN).
Abaixo a discografia da banda em ordem cronológica. Confira:


O MELHOR!!


Benefit - (1970)

Eu considero este o melhor álbum do JETHRO. Em "Benefit" nota-se uma incrível evolução sonora, tanto nas composições quanto na produção. é aonde a banda faz a transição do que era em "Stand Up" e o começo de carreira, ao que viria a ser em "Aqualung" e os seguintes. Destaque para as incríveis "With You There To Help Me", "Nothing To Say" , "To Cry You A Song", "Teacher" e "Play in Time"


IMPERDÍVEIS


Stand Up - (1969)

Este álbum tem uma sonoridade "meio fanha" (melhorada na versão remasterizada), porém, há algo de mágico em sua atmosfera. É tudo tão abstrato e cru, que você ouve a música somente pela música. Destaco os clássicos "A New Day Yesterday", A peça clássica transformada em jazz, "Bourié", "Nothing to Say", e minhas preferidas, "Loot Into the Sun" e "We Used to Know"


Aqualung - (1971)

Este é considerado a primeira obra prima da banda e o que a levou ao reconhecimento mundial. Aqui a banda ousa em letras biográficas e cristãs, porém contra a igreja, sempre com seu estilo irônico. As composições são magistrais e levou o JETHRO a conquistar posições importantes na Billboard com o single "Hymn 43" e "Aqualung". Além delas, temos ainda a grande "Cross-Eyed Mary", "Mother Goose", "Up to Me" e a pesada "Locomotive Breath".

Thick as a Brick - (1972)

Considerado com outra grande obra prima do JETHRO, este álbum é de uma música só dividido em várias momentos, ritmos e levadas, totalizando uma das músicas mais longas e conceituais da história do rock, nada menos que 43min e 50segs, no LP, dividos em 2 partes ininterruptas



Songs From the Wood - (1977)

Que baita disco!! Com composições épicas e muita influência da música clássica, a banda lança algo que beira a perfeição! Músicas como a faixa título, "Jack-in-the-Green", a pesada "Hunting Girl" e "The Whistler"  te transportam ao mundo dos seres elementares, da natureza.



Heavy Horses - (1978)

Outro grande álbum, e mantém a sonoridade de "Songs From the Wood", mas com ainda mais elementos acústicos e progressivos. "Havy Horses" é um pouco prejudicado por algumas composições passáveis e que destoam um pouco do conjunto. Aqui temos a fabulosa e clássica faixa título, a quebradeira de "No Lullaby" e belíssima "Onde Brown Mouse".


Roots to Branches - (1995)

Eu considero este o último grande trabalho do JETHRO, como que retornando a velha forma. Inclusive eu vi o show da turnê de seu lançamento na cidade de Porto Alegre. É um álbum com todos os elementos clássicos da banda, mas com muita influência oriental em seus riffs.




MUITO BONS

This Was - (1969)
A Passion Play - (1973)
War Child - (1974)
Minstrel in the Gallery - (1975)
Too Old to Rock 'n' Roll: Too Young to Die! - (1978)
The Jethro Tull Christmas Album - (2003)

BONS

Ian Anderson´s Jethro Tull - Thick as a Brick II - (2012)
Stormwatch - (1979)
Catfish Risng - (1991)
Crest of a Knave - (1987)
Rock Island - (1989)
J.Tull dot Com - (1999)

CUIDADO

 A - (1980)
The Broadsword and the Beast -  (1982)

ESQUEÇA

Under Wraps - (1984)


==========================
(Editor / Redator / Músico)



Comentários
0 Comentários