28 de maio de 2015

[Resenha] KATTAH - "Lapis Lazuli" (2014)

(Editor / Redator / Músico)
----------------------------


Está ficando redundante dizer que a música pesada no Brasil está cada vez melhor, mais profissional e que as bandas estão cada vez mais investindo em produções de altíssima qualidade e que, muitas vezes, não tem o devido reconhecimento e nem tem o retorno deste investimento.
Não fugindo a essa regra temos "Lapis Lazuli", um trabalho de extrema qualidade da banda curitibana KATTAH, que não poupou esforços e nem recursos para trazer um trabalho excepcional ao público, recrutando ninguém menos que Roy Z (Bruce Dickinson, Halford) para comandar os trabalhos. Roy inclusive participou do show de lançamento do álbum. O resultado não poderia ser outro senão um álbum com uma excelente sonoridade, créditos também de Andy Haller, que contribuiu com a produção e masterização, a mixagem ficou por conta de Maor Alppelbaun.

Produtores e técnicos de altíssimo nível, mas e a banda? Bem, a banda não fica para traz. Todos são excelentes músicos e criaram grandes canções. O som do KATTAH é um pouco difícil de definir, é muito musical e livre. Com a base sólida calcada no metal tradicional, passeiam pelo power e pelo prog trazendo um som com muita influência de bandas como BRUCE DICKINSON, ANGRA e HELLOWEEN (moderno), A voz e entonação de Roni Sauaf se assemelha muito a de Bruce Dickinson e André Matos em muitos momentos, isso é inegável. O cara é um ótimo cantor e interprete. Musicalmente as composições tem muitas harmonias inspiradas pela música brasileira e oriental, como na faixa título, com trechos de músicas do folclore brasileiro, cantado em português e também a curtinha "Capoeira". 

Os destaques ficam por conta da música de abertura "Behind the Clay" que já chega arregaçando tudo com riffs pesados e uma levada de bateria que lembra o ritmo da capoeira. A música muda constantemente de clima, hora suave, hora tensa, possui grandiosos riffs de Victor Brochard e uma interpretação impecável de Roni
Logo em seguida vem "Inside My Head", mais progressiva e atmosférica, com momentos pesados e muitas variações ri timicas e vocais, onde Sauaf vai desde agudos muito altos a momentos graves e com drives. E na mesma vibe temos "Alpha Centaury", que lembra um pouco o ANGRA, variando entre a calmaria e o peso repentino.
Num misto de IRON MAIDEN, BRUCE DICKINSON e HELLOWEEN, meu último destaque é a música "Vetus Espiritus". Com um refrão bem atmosférico, temos variações com dedilhados de baixo (ao estilo Steve Harris) e o peso em um momento mais quebrado. Ela ganhou um video clipe e você pode conferir abaixo.



O álbum muito bom como um todo, todas as músicas são muito bem construídas com grandiosos arranjos e harmonias, além de um contexto lírico muito legal. "Lapis Lazuli" foi com certeza um dos melhores lançamentos de 2014, teria entrado na minha lista se tivesse ouvido antes (o lançamento foi dia 19/12/14). Recomendadíssimo!

KATTAH - "Lapis Lazuli" (2014)
Tracklist:
01. Behind The Clay
02. Inside My Head
03. Apocalypse
04. Alpha Centaury
05. Vetus Espiritus
06. Rebirth Of Pharaohs
07. The Hidden Voice
08. Lapis Lazuli
09. A Capoeira
10. Land Of God
11. You Will Never Be Dead
bônus

Line-up
Roni Sauaf - vocal
Victor Brichard - guitarra
Cícero Chagas - baixo
Cristian Alex - bateria

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário