18 de outubro de 2015

[Resenha] QUEENSRYCHE - "Condition Human" (2015)

(Editor / Redator / Músico)
----------------------------


Como prometido, o QUEENSRYCHE não perde o pique e lança mais um álbum com a nova formação, que conta agora com Todd La Torre nos vocais. A produção do álbum desta vez ficou a corgo de Chris "Zeuss" Harris, que manteve a mesma linha de timbragem do álbum anterior "Queensrÿche" (2013), transportando o ouvinte a uma atmosfera semelhante aos trabalhos do final dos anos 80 e começo dos 90.

Os destaques ficam por conta da faixa de abertura, "Arrow of Time", um heavy tradicional bem ao estilo dos primórdios da banda, com uma introdução em dueto ao estilo MAIDEN. Rápida, ela empolga já nos primeiros acordes e mantém o pique até o fim. Foi a primeira música divulgada e executada ao vivo deste novo trabalho. 
Depois vem a progressiva "Guardian" com uma grande performance de Scott Rockenfield, pra mim, um dos melhores e mais subestimados bateristas do rock mundial. O cara sabe como criar linhas de bateria fora do convencional, não se limitando ao ritmo mas participando ativamente da composição com seus criativos "tribais". Os riffs são magníficos e a performance de La Torre está ótima, com muitas texturas. Uma das melhores músicas da nova fase. Confira o clipe abaixo.



Com um clima meio "Promised Land" e "Empire", temos "Hellfire", onde La Torre usa e abusa dos drives agudos, muito bem colocados por sinal. Destaque para Michael Wilton, que faz um solo incrível em um momento empolgante da música.
"Toxic Remedy" é mais arrastada e calma e possui um refrão muito legal, daqueles que o cara aumenta o volume. Destaque para a melodia e harmonia do riffs principal da música, coisa que só Wilton poderia criar.
Mas onde está lenda Eddie Jackson? Bem, ele aparece na progressiva "Eye9" em uma introdução que é a sua cara. A música é uma quebradeira e uma emoção só! La Torre tá mais Geoff Tate do que nunca nesta faixa, a influência é mais clara que o ar. Que sonzeira!
Na semi balada acústica "Just Us" a performance de Todd La Torre está magnifica, alternando voz suave com melismas e muito feeling. Uma música que lembra a atmosfera etérea de "Promised Land". O arranjo harmônico é sensacional!
E para finalizar, a mais longa do trabalho com 7:48min, vem a faixa título, "Condition Human". A música flerta o tempo todo com o estilo progressivo do álbuns antigos, alternando momentos calmos com riffs pesados e climas densos. Chega até a lembrar "Suite Sister Mary" em um determinado momento. Uma música "quase" apoteótica, se não fosse pela falta de orquestrações. Muito boa.

Mais uma vez o QUEENSRYCHE surpreende com um trabalho de altíssima qualidade e não decepciona em nenhum momento no decorrer do play. Vê-se que a química entre o atual vocalista e os veteranos está realmente funcionado, dando uma nova sobrevida em uma verdadeira lenda do hard/metal mundial. Com certeza, já está na minha lista de 2015!

=====================================
QUEENSRYCHE - "Condition Human" (2015)
Tracklist
01. Arrow Of Time
02. Guardian 
03. Hellfire
04. Toxic Remedy
05. Selfish Lives
06. Eye9
07. Bulletproof 
08. Hourglass
09. Just Us
10. All There Was
11. The Aftermath
12. Condition HБman

Line-up
Todd La Torre - voz
Michael Wilton - guitarra
Parker Lundgren - guitarra
Eddie Jackson - baixo
Scott Rockenfield - bateria






Comentários
0 Comentários