9 de abril de 2016

HIBRIA: Ivan Beck: “Ser convidado para o Hibria é sinal de muito respeito e confiança no meu trabalho. ”


O ano de 2016 começou agitado para o HIBRIA, depois de seis anos, o baixista BENHUR LIMA deixou a banda, por motivos pessoais e profissionais. Ao mesmo tempo a banda anunciou o seu substituto: IVAN BECK. O Heavynroll foi atrás do novo dono do baixo do HIBRIA, para conhecer um pouco melhor da sua história. Numa conversa bem informal, ele falou da sua paixão pela música, de como rolou o convite para tocar no HIBRIA e muito mais. 

HEAVYNROLL - Quem é IVAN BECK?

IVAN - Um apaixonado por música que acredita na importância da arte e da educação para o crescimento e desenvolvimento intelectual e cultural de um povo. Também sou viciado em trabalho (porque, vamos combinar, quer trabalho melhor do que musica?), atuo em diversas bandas e projetos tocando diferentes instrumentos, mas basicamente o que toco é baixo, guitarra e violão. Sou formado em musica pela Universidade Federal de Pelotas, e o instrumento que estudei durante a licenciatura foi o Piano. Dou aulas de musica em Rio Grande/RS (minha cidade natal), e agora, em função da entrada no HIBRIA, voltei a dar aulas em Porto Alegre.

HEAVYNROLL - Como começou sua paixão pela música?

IVAN - Isso foi lá pelas 5a ou 6a série do ensino fundamental. Alguns colegas falaram que começariam a fazer aulas e violão, guitarra e teclado, e eu falei que faria aulas de bateria com meu tio, LUIZ ANTONIO (eu e minhas irmãs chamamos ele de TOTONHO), pois na adolescência ele foi baterista. Meus colegas nunca chegaram a tocar, mas eu mantive o sonho até o dia que toquei minha primeira nota numa banda de pop rock, quando já tinha quase 15 anos de idade. Porém, não foi na bateria, mas sim no baixo elétrico. 

HEAVYNROLL Qual o motivo que te levou a escolher o baixo?

IVAN - Então, como eu dizia antes, eu queria ser baterista, mas nessa banda que estava se formando com alguns colegas de colégio, a vaga que tinha era para baixista. Como eu queria muito tocar, assumi o posto de baixista, e nunca mais abandonei esta função! Em 2016 estou completando 18 anos de musica.

HEAVYNROLL Suas principais influências?

IVAN - Putz... eu já ouvi e toquei muita coisa diferente. Jazz, MPB, Funk, Salsa, Rock and Roll, Prog Metal... e mais um monte de coisa.


HEAVYNROLL Qual equipamento você usa?

IVAN - Uso atualmente um baixo Ledur Escaravelho 6 cordas, amplificadores Hartke (combo) e Behringer (cabeçote+caixa 4x10), e alguns pedais que utilizo apenas quando apresento meu trabalho solo. Também utilizo uma guitarra da marca Z, semi-acústica, feita pelo luthier José Luiz Ávila Jr, que recebe o nome A-83 (A=acústica / 83=ano do meu nascimento). Essa guitarra é espetacular!
Nos shows em que toco teclado levo meu piano digitar da Roland, um RD-300sx.
Para o HIBRIA também estou utilizando transmissor da AKG e monitoração sem fio da Shure, alem de um pre-amp da MXR.

HEAVYNROLL Você acaba de entrar para o Hibria, como chegaram até você?

IVAN - Em 2011 e 2012 eu morei em POA, e nesse tempo trabalhei no Bateras Beat com o EDUARDO BALDO, o qual me levou para trabalhar em outra escola, a Toque Musical, e nesta trabalhavam o Iuri e o RENATO OSÓRIO. Fiquei bastante amigo dos caras, viajei com eles num show, organizei workshop com RENATO e ABEL em Rio Grande, organizei excursão para assistir ao show do HIBRIA em POA, em 2015; também estava gravando um disco novo (que agora está interrompido temporariamente), e o DUDU e o RENATO vão participar (o Dudu já gravou a bateria da musica).

HEAVYNROLL Como é estar tocando numa banda conhecida mundialmente?

IVAN - É extremamente gratificante, ainda que eu não saiba bem o que tudo isso significa. Vou começar a entender mesmo nos primeiros shows e nas primeiras turnês que a banda venha a realizar por outros países. Já toquei em diversas cidades do RS, e também em Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro. Mas nada assim, com essa dimensão. 
Já fazia 10 anos que eu tocava e estudava apenas Jazz, MPB, e outros estilos musicais mais swingados, como Funk, Salsa, entre outros. Ser convidado para o HIBRIA é sinal de muito respeito e confiança no meu trabalho, por parte dos guris - ABEL, IURI, RENATO e DUDU. 
Quando o BENHURr informou que ia sair, na mesma hora eles me ligaram convidando para uma audição. Era uma semana apertada, tinha muitas aulas para dar, e tinha três apresentações em bares da minha cidade. Tive poucos dias (madrugadas mais precisamente), para tentar aprender o melhor possível as musicas "Tiger Punch", "Silent Revenge" e "Tightrope".
Quer um segredo? Eles também pediram "Pain", mas não deu tempo! (risos)

HEAVYNROLL Como é estar no lugar, que um dia foi de BENHUR LIMA, considerado um dos melhores baixistas do Brasil?

IVAN - É uma honra e responsabilidade enormes! O BENHUR é um cara queridíssimo, e tem me ajudado muito na minha preparação, para que eu esteja pronto o quanto antes para os shows!

HEAVYNROLL Sua estreia ao vivo, vai ser em Caxias do Sul/RS, no dia 21 de maio, no Aristos London House. Como está a sua expectativa para esse momento tão especial?

IVAN - Já fazia muito tempo que eu não ficava tão ansioso! Nem no show de lançamento do meu disco fiquei assim. E olha que aquele foi um momento realmente especial!

HEAVYNROLL O HIBRIA tem um número enorme de fãs aqui em Caxias do Sul e região. Você tem noção do tamanho da expectativa deles para esse show?

IVAN - Confesso que estou descobrindo isso agora, devido aos compartilhamentos, curtidas e comentários dos fãs da banda na página do evento no Facebook. Para falar a verdade, tem MUITA coisa ainda que eu vou descobrir! Faz um mês que estou no HIBRIA... eu não sei é nada! (risos)

HEAVYNROLL Outro dia conversei com o RENATO OSÓRIO, ele disse que todo o HIBRIA, está muito empolgado, com você. Como é estar vivendo essa sua nova fase num ambiente tão bom? 

IVAN - Como eu havia dito antes, sou amigo dos caras há bastante tempo, então o ambiente é muito tranqüilo e divertido. Contudo, a cobrança por um trabalho bem feito é constante, e por me conhecerem também há bastante tempo (especialmente Renato e Dudu), todos na banda sabem que vou dar meu melhor para que o HIBRIA siga detonando nos palcos ao redor do mundo!

HEAVYNROLL Em 2013 você lançou seu álbum solo, intitulado “Quando as Notas Saem Do Papel”. Fale um pouco dele:

IVAN - Isso merece uma entrevista exclusiva... resumindo MUITO, é um trabalho no qual pude colocar um pouco de tudo que já estudei e vivi nos meus primeiros 15 anos de musica. É uma grande mistura de texturas, instrumentos, estilos, solos, improvisos, etc.
Bateria, baixo, guitarra e teclados foram gravados ao vivo, em dois dias de gravação em março de 2012, sopros e percussão foram adicionados posteriormente.
Todas as musicas são instrumentais. E eu gosto muito dele! É um disco importantíssimo para mim!

HEAVYNROLL Quais baixistas você destacaria hoje em dia, independente do estilo ou quem?

IVAN - Victor Wooten, Marcus Miller, Stanley Clarke, Michael Manring, John Patittuci, Alain Caron, Dave LaRue, Avishai Cohen, Adam Nitti, Jaco Pastorius, Abraham Laboriel, John Myung, Steve Harris, Roger Glover, Glenn Hughes, John Deacon, Paul McCartney, Charles Mingus, Paul Chambers, Ron Carter, Chuck Israel, Pipoquinha, Thiago do Espírito Santo, Nico Assumpção, Arthur Maia, André Gomes... vixi, tem uma galera. Devo ter esquecido do dobro!
Acho que não foi o que tu perguntaste, mas vale para a galera pesquisar toda essa gente aí!

HEAVYNROLL O que você ouve hoje em dia?

IVAN - Depende do dia, do meu humor... posso ouvir SEPULTURA, TOM JOBIM, BARÃO VERMELHO, CHOPIN ou ELTON JOHN. 

HEAVYNROLL Além do HIBRIA, você toca em alguma outra banda ou projeto?

IVAN - Acompanho diversos artistas locais (Rio Grande/RS), tocando em bares, festas e festivais. Mas meus principais trabalhos são as bandas TOPSY e TRIO COMLUMBIA (blues e jazz, respectivamente), e o meu trabalho autoral, IVAN BECK & BANDA, que o pessoal pode conhecer melhor acessando meu site www.ivanbeck.com.

HEAVYNROLL Estive com VALDI DALLA ROSA (Rosa Tattooada) no Festival de Baixos de Bento Gonçalves, em 2012 e 2013, no qual ele se apresentou. Vi que você participou em 2015, como é a sensação de estar no meio dos melhores baixistas do Brasil, e, até do mundo? Qual é a importância de festivais como esse?

IVAN - Putz, está aí um show que eu estava nervoso DEMAIS! Eu nunca havia tocado sozinho, somente eu e as trilhas das musicas. E o meu som autoral é cheio de improvisação, e eu ainda inventei de usar um pedal de loop, criando a base para os solos na hora, e eu também nunca tinha feito isso.
Sinceramente? Foi DO CAR****!!! Foi muito bom!!! Com certeza um dos grandes momentos até então, na minha carreira musical!

HEAVYNROLL Qual a sua opinião do atual momento do rock no Brasil?

IVAN - Prefiro responder sobre a musica como um todo... não, melhor nem responder! Acho que meu “silêncio” é suficiente.
Mas posso dizer para todos os artistas e bandas que fazem musica DE VERDADE: não desistam do sonho, não descansem na busca que vocês têm! A tentação vai ser forte, mas continuem apostando naquilo que vocês realmente acreditam, e estejam preparados o quanto antes, pois uma oportunidade pode aparecer para vocês, assim como esta fantástica oportunidade que apareceu para mim!
Faz 18 anos que eu toco praticamente Prog Metal, Jazz, Blues, MPB, Funk (o verdadeiro, é claro), Salsa, etc. 
Eu não sei qual é o teu sonho. O meu era tocar no HIBRIA... de verdade! E olha onde eu estou hoje! 
Ainda tem muita coisa que quero realizar, e ficar parado ou se eu mudar o foco, provavelmente nunca vai acontecer.
Quer saber um sonho que tenho? Tocar, uma musica que seja, com o BRIAN MAY! 

HEAVYNROLL Você é licenciado em música pela Universidade Federal de Pelotas e também é professor de música. Como é o professor IVANBECK? 

IVAN - Depois da minha experiência com o VICTOR WOOTEN, em 2014, quando participai de um dos Music Camp que ele organiza, muita coisa que eu já vinha desenvolvendo e pensando sobre a docência, ficou mais clara. Mas o que não muda no professor IVAN BECK é a certeza de que moleza não leva a lugar nenhum! (risos)
Gosto de me jogar fundo nos estudos técnicos, teóricos e harmônicos, com os meus alunos! Se eles estiverem dispostos a mergulhar nas profundezas dos estudos musicais, vão ter um parceiro de mergulho sempre pilhado e empolgado!

HEAVYNROLL Onde podemos ter aulas com o professor Ivan?

IVAN - Em Rio Grande eu leciono na minha casa, em POA eu estou atendendo a domicilio. Quem tiver interesse pode me ligar, enviar email ou whatsapp. No meu site tem todos os meus contatos (www.ivanbeck.com).

HEAVYNROLL Um album inesquecível? 

IVAN - "Sceanes From a Memmory" (Dream Theater)

HEAVYNROLL Um show inesquecível? 

IVAN - Lançamento do meu disco, no Teatro Municipal em Rio Grande (13/10/13)

HEAVYNROLL Um sonho do Ivan Beck? 

IVAN - Tocar com BRIAN MAY! (Obs.: vocês não querem me ajudar? (risos))

HEAVYNROLL Um recado para os fãs e leitores do Heavynroll:

IVAN - Continuem movimentando as cenas musicais VERDADEIRAS, continuem ouvindo musica VERDADEIRA, e vamos juntos fazer crescer a cultura musical e a arte como um todo!

Sites Relacionados

======================
(Redator / Headbanger)



Comentários
0 Comentários