30 de novembro de 2016

[Resenha] OSSOS - "Músicas de Funeral" EP (2016)


Com seu Crossover visceral, nervoso e venenoso, os conterrâneos do OSSOS lançaram neste ano o seu EP "Músicas de Funeral", trazendo 5 faixas já conhecidas pelo púbico local, mas que não haviam sido disponibilizadas oficialmente num mesmo trabalho, com produção independente.

Conheci a banda no ano passado em um evento chamado Old & True Metal Festival e fiquei muito impressionado com a qualidade das composições, desde então, mantive contato com os mesmos, acompanhando de perto a evolução que o grupo vem tendo.

A banda é formada por MÁRCIUS PEZZI, que além de uma voz poderosa, também é um ótimo tatuador aqui em Caxias do Sul/RS, acesse a página de sua loja - Intruder Tattoo. Junto dele temos ainda GUSTAVO "Volts" GONÇALVES na guitarra solo, CLAITON MACEDO na guitarra base, LENO NUNES no baixo e VAGNER na bateria, que fazem um belíssimo trabalho.

O EP abre com "Fuck Noise", um dos sons mais recentes da banda, cantada em inglês. Começa com um riff áspero e nervoso, a banda vem em seguida com velocidade. MÁRCIUS entra com sua voz agressiva e você vai lembrar algo entre JOAO GORDO e LEMMY KILMSTER. Confira o videoclipe abaixo:



Em seguida vem um dos sons mais conhecidos da banda, a faixa título "Músicas de Funeral". Ela já é um clássico, com sua pegada galopante e empolgante, faz qualquer pescoço virar um espiral. Ela é cantada em português e tem uma letra muito foda!

Depois vem "Controlados". Um som mais puxado para o Heavy/Thrash, com um andamento mais cadenciado e linear. A letra é uma crítica aos líderes religiosos e a exploração de fiéis. Foi esta música que me chamou a atenção no show da banda no Old & True, lembro que fiquei com "gritos de louvooooooorrr" por vários dias na cabeça (risos).

Logo em seguida, pesando a bagaça, vem outro som cantado em inglês, a "Smell Child", uma faixa bem arrastada, lembrando algo entre PANTERA e SLAYER. Ela é sombria e com riffs ásperos. Baita som! Destaque para o solo de "VOLTS", muito foda!

Pra fechar o EP, temos "Criador", outra bem rápida, puxando para um Hardcore e Thrash Metal. Nessa podemos visualizar o moshpit comendo nos shows. A voz de MÁRCIUS está particularmente sinistra neste som, sustentado por um instrumental igualmente pesado. Sonzeira!!

Por ser uma produção independente, o EP soa quase como uma Demo e acredito que até seja, já que sua arte gráfica é bem simples, para divulgação mesmo, em um papel escuro em forma de pentágono e sem muitas informações, apenas os nomes das músicas, integrantes e telefone de contato. A sonoridade também é um pouco "suja" e sem muito polimento (vide videoclipe acima). Mas nem por isso tira os méritos das músicas, que são ótimas, bem compostas, bem trabalhadas e precisamente gravadas, além de funcionarem muito bem ao vivo, acreditem. Fico imaginando estas mesmas músicas num trabalho full, com uma produção de primeira linha e, nossa! Seria uma destruição!! Recomendadíssimo!

NOTA - 8,5
===============================
OSSOS - "Músicas de Funeral" EP (2016)
trcklist
01. Fuck Noise
02. Músicas de Funeral
03. Controlados
04. Smell Child
05. Criador

Line-up
Március Pezzi - voz
Gustavo "Volts" Gonçalves - guitarra
Claiton Macedo - guitarra
Leno Nunes - baixo
Vagner - bateria


==========================
(Editor / Redator / Músico)