2 de julho de 2018

[Resenha] ROSA TATTOOADA: Motorcycles Pub – Caxias do Sul/RS (29/06/18)

Depois de um ano, a banda volta a Caxias do Sul e dessa vez com a sua tour “Rosa Tattooada Tour 30 Anos”, como o nome já diz, comemorativa aos 30 anos de estrada, desse que é um dos maiores nomes do hard rock brasileiro.



Esse show também foi a estreia da banda no Motorcycles Pub, um local novo para banda, na serra gaúcha. Show marcado para uma sexta-feira, sempre gera uma expectativa, pois muitas pessoas trabalham ou estão ainda em aula, o que dificulta as vezes o número de público em shows na cidade. 

A banda chega a cidade perto das 18h, com chuva e o tradicional frio caxiense, e vai logo para o hotel, enquanto a equipe técnica se dirigiu ao Motorcycles, para começar a montagem de palco.

20h hora e já está tudo ok, som, palco, então a banda dirigisse para jantar numa das hamburguerias mais Rock n` Roll do Rio Grande do Sul, a Hamburgueria Moreira, lá a banda também concede uma entrevista para o canal Entrevista Com Gegê.

Já sem chuva, a banda chega ao Motorcycles Pub, meia-noite, show marcado para começar 00h30 e com o show de abertura, feito pela banda Rockalha chegando ao seu final.

Passados alguns minutos da meia-hora, a ROSA TATTOOADA, sobe ao palco, para um Motorcycles com um público muito bom, a banda tem fãs muito fieis, o que gera sempre um ótimo número de pessoas nos shows. E parece que o Pub tremeu, impressionante a fidelidade dos fãs da banda.

E de cara, como um aviso de cheguei! A banda começa o show com a pesada “Carburador”, que “ponta pé na porta”, uma das músicas mais pesadas desses 30 anos de história. O som da casa estava perfeito, um dos melhores ouvidos até hoje no Pub.



E a noite continua com mais clássicos como “Fora de Mim, Dentro de Você”, “Dólar na Calcinha”, “Na Estrada”, “Um milhão de Flores”, “Voando Baixo”, “Tardes de Outono”. Um cover que quase botou o Pub abaixo foi “Born To Be Wild”, do STEPPENWOLF, outra paulada que fez as paredes do Motorcycles tremer.



Mas está faltando algo, o que será? O clássico dos clássicos “O Inferno Vai Ter Que Esperar”, não preciso dizer que todos ali presentes, cantaram esse que é um hino da banda, um momento de arrepiar e de emocionar.

A ROSA TATTOOADA, começa agora em julho, shows que se chamarão “Rosa Tattooada Interpreta Clássicos do Rock Gaúcho”, onde a banda vai homenagear os amigos e grandes nomes do rock and roll do Rio Grande do Sul, e no bis tivemos uma pequena amostra do que vão ser esses shows, com “Sob Um Céu de Blues” (CASCAVELLETES), “Sandina” (Os Replicantes), “Cachorro Louco” (TNT) entre outros.




Se a amostra foi “matadora”, imagina o que vai ser o show completo, essa é a ROSA TATTOOADA, cheia de novidades no ano em que completa 30 anos. E para encerrar mais um show histórico da banda, tivemos “Rock And Roll Até Morrer”, que definitivamente botou o Motorcycles no chão.

A cada show que passa, tenho a certeza de que com Jacques Maciel (Guitarra e voz), Valdi Dalla Rosa (Baixo) e Dalis Trugillo (Bateria), a ROSA TATTOOADA vive seu melhor momento desses 30 anos de estrada, e certamente com a melhor formação da sua história.

Que venha o próximo show!


======================
Fotos Elaine Kist Rezzadori e Cleber Rezzadori