23 de novembro de 2018

OVERDOSE NUCLEAR - Capa do debut retrata a aniquilação do nosso planeta

Como a própria banda costuma divulgar, seu “Metal do Mangue” é composto não apenas de uma sonoridade pesada e agressiva, mas também de letras que fazem o público esquecer do cenário paradisíaco da região de sua cidade natal, Ubatuba/SP. 


No lugar de praias belíssimas e muita Mata Atlântica Nativa, há o corriqueiro caos brasileiro, devidamente retratado nas letras do grupo formado por Samuel Marques na bateria, Gustavo Albado no baixo, Marcus Goulart na guitarra e Julio Candinho no vocal.

Após o lançamento da demo-tape “Os Urros que vêm da rua!”, lançada em 2015, o OVERDOSE NUCLEAR fez uma série de shows, criando inclusive um festival próprio, o “Inverno de Aço”, e com a formação estabilizada deu início aos trabalhos de composição e produção de seu debut, previsto para 2019. A capa do trabalho foi desenhada por Caio Caldas, da CadiesArt (www.CadiesArt.com), que já havia trabalhado com a banda na ilustração da demo-tape. 

O conceito da capa foi apresentado pelo vocalista Julio Candinho, e entre julho e outubro de 2017 as ideias foram sendo trabalhadas com Caio, que a finalizou em maio de 2018. Segundo Caio,”a ideia base era ter uma aranha alienígena radioativa gigante, tendo presa em suas teias o planeta terra no grande vazio do espaço.”

E foi justamente na música que dá nome a banda é que veio a concepção completa, conforme explica o renomado artista gráfico: 
“A música "Overdose Nuclear" fala sobre a devastação nuclear, então a temática dessa aranha seria uma analogia cósmica a isso. Entrando mais no contexto do álbum, a entidade, a aranha, é uma cria da escuridão, é a anti-vida de um verdadeiro buraco negro que vive sempre com fome de poder, mas quanto mais ela se alimenta, maior é a sua fome. Ela representa um apêndice da escuridão do espaço. Ela é a radiação que varre a vida. Com suas centenas de olhos cegos, apenas um enxerga, e então ela encontra seu próximo alvo. Ela causa o caos, aprisionando em suas teias todo o planeta Terra, consumindo a vida na Terra envenenando e corroendo radioativamente o planeta, deixando o mundo morrendo em um completo caos nuclear para depois se alimentar dele fazendo com que o planeta faça parte de seu grande estômago levando a total aniquilação da nossa espécie e o fim de nosso planeta. Essa aranha radioativa é a Overdose Nuclear.”.



================
Contatos:

================
Assessoria de Imprensa: wargodspress@gmail.com
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário