9 de agosto de 2019

MOTOROCKER - Após 13 anos de seu lançamento, veja o conceito para música “Igreja Universal do Reino do Rock”

Lançado oficialmente no ano de 2006, o disco “Igreja Universal do Reino do Rock” apresentava ao Brasil um grupo cheio de energia, excelentes músicos e uma temática que causou certa polêmica junta a bancada evangélica do país.



Para entender melhor essa contextualização, é necessário saber alguns detalhes sobre o álbum. A faixa de abertura e que carrega o nome do disco “Igreja Universal do Reino do Rock”, escancara de imediato as duras críticas criadas pelo MOTOROCKER contra líderes religiosos que alienam seus fiéis, tomando para si próprios, os poucos bens materiais conquistados por trabalhadores que buscam na fé, uma forma de confortar as dificuldades e injustiças econômicas que a sociedade impõem. Tanto que na época de seu lançamento, um canal de TV aberta que possuí um programa apresentado por “pastores evangélicos”, utilizou um de seus pastores que com o disco em mãos, quebrava ele em frente às câmeras e depois orientava seu “rebanho” a não escutar o MOTOROCKER.

Esse fato foi crucial para o crescimento da banda no cenário nacional, após essa polêmica criada pela bancada evangélica, a banda recebeu apoio incondicional de fãs da música e da arte, que ao lado de outros artistas, se declararam fãs do MOTOROCKER e ajudaram com que o nome do grupo caísse na boca do mundo, não apenas pela polêmica, mas sim, pelo talento e qualidade do material apresentado ao público. Com tudo isso, a banda vendeu mais de 15 mil cópias de “Igreja Universal do Rock”.

O vocalista Marcelus dos Santos, passados 13 anos, explica como foi criada a música “Igreja Universal do Reino do Rock” que hoje, é considerada um hino da banda e uma das músicas mais importantes do Rock and Roll brasileiro: 
“Não é novidade para ninguém que líderes religiosos manipulam pessoas há tempos. Sempre achei uma canalhice enorme essa história de pegar pessoas fragilizadas por algum motivo e tirar proveito da situação. Baseado nesse sentimento de indignação, eu criei o conceito do que seria para nós a “congregação” dos sonhos, aonde a satisfação seria a única obrigação, e o dízimo só seria exigido para comprar mais cervejas, quando elas acabassem em nosso culto. Os prazeres da carne, que vários dogmas religiosos condenam, eu satirizei trocando por churrasco. A frase “Rogai por nós Deuses do Rock” é como sé estivéssemos pedindo uma benção dos nossos ídolos. Escrevi essa música no começo dos anos 2.000, então algumas coisas a mais que envolviam a criação dessa música eu não lembro direito, mas foi mais ou menos assim que surgiu a “Igreja Universal do Reino do Rock”.
Como citado por Marcelus, a música já possuí 19 anos de existência, desde sua elaboração. E você fã da banda, pode conferir de diversas formas diferentes a épica, clássica e nostálgica, “Igreja Universal do Reino do Rock”. Além de conferir o clipe oficial no YouTube da banda, o single está disponível em todas as plataformas digitais. Abaixo deixamos o vídeo e streaming do Spotify para você escolher como conferir a faixa em destaque:

Clipe oficial de “Igreja Universal do Reino do Rock”:

Single para audição no Spotify:


====================
Mais Informações:


Fonte: Roadie Metal Press

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário