30 de novembro de 2019

THE MELTIES - Une dança, demônio e política em novo clipe

Unindo a estética delirante do filme Cisne Negro (2010), e a influência musical de Black Sabbath e Celtic Frost, a banda lança o clipe “Satan’s Royal Dance”, disponível no disco de estreia, "Hit Me". 



O sufocamento emocional, a libertação graças à dança, e a ideia do descolamento da realidade, todos estes elementos estão na coreografia de Jana (vocalista) e Gabriel Costa. O divino e o demoníaco se encontram na dupla, que personifica a dança do imperialismo com as nações pobres. Macci, baixista da THE MELTIES, fala sobre a canção: “Satans Royal Dance é sobre o establishment, sobre uma classe dirigente controlando todo um conjunto de sociedades, para o mal com certeza. E, por muitas vezes, somos levados para um caminho obscuro sem perceber.”.

Mesmo com o cunho político, que segue a THE MELTIES em todas as canções do disco de estreia, a canção traz, em algum nível, a psicodelia. É na melodia que “Satan’s Royal Dance”, se destaca: lenta e sufocante, ela leva o ouvinte para um lugar espantoso, seja pelo interlúdio os vocais, ou pelo refrão hipnotizante. 

Entendemos que essa música tinha uma estética, um movimento, uma vibração mais assombrosa; E isso fez com que rapidamente a gente buscasse inspiração em temas e assuntos mais pesados, que incomodavam. Associamos o ‘Satan’s’ com um peso de polêmica, sem ofender, a fim de gerar curiosidade.... É uma visão mais artística do tema da música.”, explica a baixista Macci.

O clipe de "Satan’s Royal Dance" segue uma tríade de lançamentos da THE MELTIES, que começou já em 2016, com o lançamento do single/clipe “Hit Me”, que nomeia o disco de estreia, lançado no último mês; Em 2018, foi a vez do lyric video feito à mão, “The Blame On Me”, feito inteiramente por Jana, vocalista da banda. O vídeo atual conta com direção e produção da Motiom Produções Visuais, e contou com a maquiagem artística de Gabriel Costa. Já a edição e finalização é de Brombini DoisG/ Quadro B.





Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário