13 de fevereiro de 2020

IRON MAIDEN - Steve sentiu pressão 'feroz' durante a gravação de clássico da banda

Durante uma nova aparição no "Trunk Nation" do SiriusXM, gravada durante o cruzeiro Monsters Of Rock deste ano, o baixista refletiu sobre a pressão que ele e seus colegas de banda sentiram ao escrever e gravar seu terceiro álbum.




O álbum é "The Number Of The Beast" de 1982. Steve comenta: 
"Foi o fato de termos usado o material praticamente desde os tempos anteriores. Antes do primeiro álbum ("Iron Maiden" de 1980), eram quatro anos e meio. período antes de sermos contratados e tudo o mais. E então tínhamos muito material que estávamos fazendo, que já estava lá, tocando no set ao vivo, então gravamos tudo isso. E o segundo álbum ("Killers" de 1981) foi apenas, eu acho, três músicas novas que estavam naquele álbum, porque o resto era coisa que nós estávamos tocando ao vivo. Então, quando você chega ao terceiro álbum, é tipo, 'O que nós vamos faça agora?' Mas essa pressão era muito forte e também não tínhamos muito tempo. Naqueles dias, era apenas turnê de álbuns e o que quer que fosse, funcionava. Então pensamos: 'Você sabe, funcionou muito bem. Vamos fazer a mesma coisa de novo. … Tem que ser feito! E se você tem uma turnê depois, é isso - tem que ser feito!"
Lançado em março de 1982, "The Number Of The Beast" foi o primeiro LP do IRON MAIDEN a apresentar o vocalista Bruce Dickinson e as contribuições de composição do guitarrista Adrian Smith, que ingressou na banda dois anos antes.
"Obviamente, todos esses elementos reunidos em um só, foi um período bastante assustador, mas também foi terapêutico no sentido de que realmente entramos e tivemos que criar o material", disse Steve. "É, tipo, 'É isso aí. Está na hora da crise. Você precisa fazer isso.'"
Em dezembro passado, espalharam-se rumores de que o IRON MAIDEN já havia concluído o trabalho em um novo álbum de estúdio.

As lendas britânicas do heavy metal não lançaram nenhuma música nova desde o LP "The Book Of Souls" de 2015, que foi gravado no final de 2014 em Paris, França, com o produtor de longa data Kevin "Caveman" Shirley. Harris passou os últimos meses em turnê com seu projeto paralelo, BRITISH LION, cujo segundo álbum, "The Burning", já está disponível.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário