[Resenha] MOFO - Sick And Insane - 2020



MOFO - Sick and Insane
Lançamento: 01.04.2020 / País: Brasil


As primeiras palavras, ou melhor, nomes de bandas que me surgiram ao ouvir a primeira musica do álbum foram: Slayer e Leviaethan. Não sei se eles conhecem a segunda, que também é brasileira e a pegada é muito parecida. Talvez, a influência de Korzus, também é sentida por aqui. O que quero dizer, é que o MOFO te conduz conduz a um Thrashzão bem raizão! Aquele Thrash pesado e rápido, porém, limpo e muitas vezes até melódico. Mas, o mais importante, tudo feito com muita propriedade e competência. Temos aqui um ótimo time de músicos.

A produção também é um dos pontos altos deste trabalho, e os créditos vão para Victor “Xexel” Hormidas e pra própria banda no Texas Estúdio em Brasília. Segundo o grupo, o álbum foi "gravado de agosto de 2019 a fevereiro de 2020, "Sick and Insane" tem como tema os vícios humanos, relacionamentos, idolatrias, pós-vida e o caminho autodestrutivo da sociedade. Com um longo período de pré-produção o álbum mostra o que cada membro tinha a oferecer no momento com suas influências distintas. Violência e energia do Thrash, peso e crueza do Death, groove do Hardcore, precisão do técnico e alguns traços de brasileirismos para criar essa marreta sonora característica que continua o trabalho começado em "Empire of Self-Regard" (2017) de arrancar a sua medula espinhal!". Um ótima definição do trabalho!

Destaques

"Adrenaline" - Com uma ótima introdução e uma pegada rápida e ácida. Aqui você já percebe toda a fúria da banda e o seu poder de fogo. Os vocais de Emiliano Gomes, tanto aqui, como no resto do play, são agressivos e alternam entre notas altas e quase guturais. As guitarras são inquietas e a bateria mais parece uma metralhadora.

"Time for War" - Vem com ótimos Riffs e mudanças de andamentos. A parte do solo de guitarras é rechado de melodias e harmonias empolgantes e perturbadoras, com direito a um monólogo que, acredito eu, seja algum pronunciamento de Hitler. Uma sonzeira!

"Sick and Insane" - Começa com um belo groove entre bateria e baixo, com ótimos slaps de Pedro Dinis! Depois a música evolui para uma levada insana! O que mais chama a atenção nesta faixa são os arranjos e Riffs de guitarras, que são muitos criativos e harmoniosos. Vale também destacar aqui a velocidade e precisão dos bumbos de João Paulo “Mancha”. É incrível!

"The Final Experiment" - É outra faixa que se destaca por sua pegada mais Banger. Ela e rápida, porém, feita pra dar aquela girada na pescoçada. Destaque novamente para a dupla de guitarras conduzidas por Rodrigo “Shakal” e Arthur Colonna.

No mais, "Sick and Insane" é um álbum que mentém um nível de qualidade alto e estável, com músicas que mantém uma linha de estilo, levada e pagada que, mesmo soando muito similares, cada faixa apresenta suas particularidades, com momentos únicos e empolgantes. Isso faz com que você não fique saturado durante a audição. O MOFO já é uma banda conhecida aqui pelo site com trabalhos anteriores, mas com este álbum, começa a se desenhar no horizonte um grande nome na cena thrasher do Metal Brasileiro.

NOTA - 9,0




Contatos 
email: mofothrash@gmail.com



Comentários