RAMMSTEIN - Diz que Lindemann foi testado negativo para COVID-19

Os alemães rebateram as notícias de que o cantor Till Lindemann testou positivo para COVID-19, a doença causada pelo novo coronavírus.




Hoje cedo, o jornal alemão Bild informou que Lindemann estava em terapia intensiva em um hospital de Berlim após ser diagnosticado com COVID-19. Várias horas após a publicação do relatório do jornal, o RAMMSTEIN postou uma mensagem na mídia social da banda, esclarecendo a condição de Lindemann e negando que ele estivesse infectado com o novo coronavírus.

O comunicado da banda diz: 
"Ontem à noite, Till Lindemann foi internado em um hospital, a conselho do médico da banda. Ele passou a noite em cuidados intensivos, mas teve alta porque está se sentindo melhor. Até testou negativo para o coronavírus".
Segundo informações, Lindemann havia retornado a Berlim na semana passada após uma apresentação em Moscou, na qual sofreu uma infecção pulmonar e febre, o que levou a sua permanência em terapia intensiva.

Houve mais de 549.000 casos confirmados de coronavírus e mais de 24.000 mortes até agora em todo o mundo, colocando os sistemas de saúde pública e os serviços de emergência sob imensa pressão.

Na manhã de quarta-feira, a Alemanha tinha quase 34.000 casos confirmados de coronavírus, o quinto número mais alto do mundo, com 171 mortes.


Comentários