ROBBY KRIEGER - Ex-guitarrista do The Doors está lançando novo álbum solo

Robby lançou um vídeo performático para sua música "The Hitch". A faixa pertence a seu primeiro álbum solo em 10 anos, "The Ritual Begins At Sundown", que foi lançado dia 14 de agosto. 



O LP foi gravado em sua nova casa no The Players Club, uma divisão do Mascot Label Group. Krieger retorna para seu nono álbum solo e seu primeiro desde 2010, o indicado ao Grammy, "Singularity", e mais uma vez com seu parceiro de composição e co-produtor de longa data Arthur Barrow. Barrow trabalhou com Frank Zappa nas décadas de 70 e 80, bem como com Giorgio Moroder, Joe Cocker, Diana Ross e Janet Jackson e trabalhou também nas trilhas sonoras de "Top Gun" e "Scarface". O álbum também inclui outros alunos de Zappa, como Jock Ellis (trombone), Sal Marquez (trompete) e Tommy Mars (tons), bem como AeB Bryne (flauta), Vince Denim (sax), Chuck Manning (sax), Joel Wackerman (bateria) e Joel Taylor (bateria).
“Eu estava saindo com meu amigo Arthur Barrow e tínhamos algumas músicas com as quais estávamos brincando, então envolvemos alguns outros amigos”, explica Krieger ao falar sobre como o álbum surgiu.
"The Ritual Begins At Sundown" é um disco instrumental de 10 canções que foi gravado no próprio Robby's Horse Latitudes Studio em Los Angeles e apresenta nove originais e um cover, a canção de Frank Zappa "Chunga's Revenge", que tem um lugar digno no lista de faixas com os incríveis músicos Zappa do álbum. O álbum realmente é um retorno aos amigos, com o relacionamento de Robby com Barrow e Sal Marquez desde seu primeiro álbum solo.
“Depois do THE DOORS, comecei a me interessar por jazz e comecei a sair com um cara chamado Sal Marquez”, diz ele. "Então, montamos essa banda e essa foi a primeira banda de Robby Krieger e tocamos no Whiskey A Go Go com Don Preston, o tecladista de Zappa. Arthur Barrow, que era um grande fã de Zappa - isso foi antes de trabalhar com Frank - ele decidiu que, depois de se formar na escola de música do estado do norte do Texas, ele iria para Los Angeles e tentaria entrar na banda de Frank, o que foi muito ousado da parte dele ", ele ri. "Ele começou a sair com Don e com Zappa, Don estava na minha banda, então decidimos colocar Arthur no comando da mixagem no Whiskey para nossos shows, foi quando eu o conheci nos anos 70."

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário