GATO VODU - Lança versão física de “O Lugar do Diabo” e single nas plataformas digitais

O novo single se chama “Tatuagens no Corpo” e já pode ser ouvido.



Além do formato digital disponível nas plataformas, agora você pode adquirir o CD físico que conta com todos os singles lançados até o momento e a inédita “Tatuagens no Corpo”, o lançamento no formato físico encerra um ciclo produtivo e libera o caminho para as novas produções que já estão em andamento, como fala o vocalista e guitarrista Roger RizzonEsse EP fecha essa primeira fase da banda, os sons são bem a nossa cara, mas já estamos trabalhando em coisas novas e as pessoas vão se surpreender.

A banda inclusive promete surpresas com relação a este material já lançado, e que está em fase de ganhar uma nova roupagem totalmente acústica, arranjos novos e harmonicamente ousados, mas sem perder a essência e a originalidade. 

Quando questionado Roger Rizzon diz: ”A gente achou interessante colocar ideias novas nas músicas, as vezes só uma mudança de afinação já deixa com outra cara. Estamos agregando cada vez mais coisas, vamos evoluindo e colocando isso nas músicas. Esse trabalho acústico é muito interessante para ver como ficam os sons com outros arranjos. Tem coisa que ficou bem melhor inclusive. (Risos)” 

O CD Físico e a distribuição Digital ficam a encargo da Sub_Discos o selo hoje consegue produzir sobre demanda conforme a necessidade da banda com tiragens na medida certa. A arte visual continua por conta de Jessica Cattuzzo que dá identidade desde o lançamento dos singles nas plataformas digitais, e que agora se tornam mini quadros impressos vendidos nos shows e também nas páginas da banda, ela também assina a capa do novo Single “Tatuagens no Corpo”. Edição gráfica quem executou foi Luca Hempa. Produção e Mixagem por Juliano Boz em Digital Master Estúdio. 

Resenha: “Tatuagens no Corpo”


Arte por Jessica Cattuzzo

Um clássico dos clássicos um resgate do hard rock que algum tempo se perdeu por aí. A introdução da música começa com destaque para o solo de guita que remete a um dueto entre a guitarra e o baixo. A base contrasta durante toda a música, esta que mantém o solo constante deixando uma cama confortável para voz de Roger Rizzon, sublime e fatal. Talvez ainda mais característica e marcante que os singles anteriores.

A bateria é um relógio preciso, que marca e se destaca lindamente desdobrando-se em momentos únicos, também se mostra uma baita sacada ausência da mesma no final deixando espaço para a base e a voz. É claro que o solo na metade da música é algo te fisga e não te solta nunca mais.

A letra não é para menos é a chave de ouro, a cereja do bolo que torna essa música o próximo clássico do hard rock.

Na minha interpretação e humilde opinião é clássica história de um homem apaixonado tentando entender compreender a complexidade da mulher amada, uma mulher rebelde independente, se tornando indecifrável, que talvez esteja perdida precisando de ajuda, mas sabe para onde quer ir e como chegar lá! Ouvir Tatuagens no Corpo é como ter catorze anos novamente e ouvir Rosa Tattooada pela primeira vez! 


Tatuagens no Corpo (letra)

Tatuagens no corpo, e com medo do amor
Cartela de remédios para acalmar a dor
Escrevendo poemas, e sobre tudo o que odeia
Ela está querendo algo a mais na veia
Ela tem gosto de cigarro, e cheiro de ninfa
Ela vicia como cocaína
Seus sonhos estão longe, difícil de alcançar
E ela não consegue se levantar

Refrão

Onde procurar, onde procurar
Aí parada ela não vai achar
Onde procurar, onde procurar
O beijo da morte vou te apresentar
Pergunte pra ela, no que ela está pensando
Perceberá que apenas está fumando,
De vez em quando se deita, e chora sem parar
Sua cabeça tem que ir pra outro Lugar

Refrão

Ela tem gosto de cigarro, e cheiro de ninfa
Ela vicia como cocaína.

Sobre a Gato Vodu: 

Banda de Rock and Roll formada no final de 2018 em Caxias do Sul, na serra gaúcha. Com fortes influências da cena rockeira dos anos 70, suas músicas primam pela autenticidade e sem prender-se a rótulos.

Conta com Roger Rizzon nas guitarras e vocais, Naian Rodrigues na bateria, Samuel Telles no baixo, Claudio Zuannazzi nas guitarras e Giovane Rodrigues nos teclados 

Todos os integrantes já participaram de projetos juntos em outros momentos, o que faz com que a banda tenha química e personalidade nos palcos.

Também possuem grande influência da “cena da aldeia”, ou como é conhecido lá pelos pampas, o Rock Gaúcho, principalmente de nomes como Rosa Tattooada e Garotos da Rua, além de bandas do Southern Rock americano como, Allman Brothers, Black Crowes e Blackberry Smoke. Com som forte e marcante para os amantes do Rock and Roll e também provocante para quem busca novos nomes na cena rockeira brazuca.

Está lançando seu quarto single e primeiro EP.

Gato Vodu nas redes:
Instagram: @gatovodu
E-mail para contato:
gatovodu@gmail.com

Discografia:
O Lugar do Diabo: spotfy.com/olugardodiabo
Madrugadas além: spotfy.com/madrugadasalem
Pra Não Sofre Mais: spotfy.com/pranaosofrermais

LEIA MAIS SOBRE GATO VODU:

Nenhum comentário:

Postar um comentário