JUPITER MAÇÃ ganhará reedição da biografia "A Efervescente Vida & Obra"

Biografia sobre o lendário Flávio Basso terá 500 páginas, além de novos cadernos de fotos e atualizações.




Nesta terça-feira (26), o aquariano Flávio Basso (também conhecido pelas alcunhas de Woody Apfel, Júpiter Maçã/Apple), estaria fazendo 53 anos de idade. E, para coroar a data, neste dia será lançada a pré-venda da biografia "Júpiter Maçã: A Efervescente Vida & Obra", assinada pelos jornalistas Cristiano Bastos e Pedro Brandt. Publicada originalmente em 2018, suas duas primeiras tiragens esgotaram rapidamente. Hoje em dia o livro converteu-se num item raro, disputado entre fãs e colecionadores em sebos e na internet (um exemplar usado do livro chega a custar até R$ 500).

A reedição de "A Efervescente Vida & Obra" virá recheada de novidades, entre extras e vários acréscimos de conteúdo e informações, que, com certeza, vão fazer a cabeça de todos os fiéis jupterianos Brasil (e mundo) afora. O livro ganhará 3 cadernos de fotos coloridas, em papel couché, pontuando as diversas fases da vida e da carreira de Flávio, desde os tempos de sua infância, passando pelo TNT e pelos CASCAVELLETES, bandas das quais foi um dos fundadores, até sua trajetória solo.

O livro, que terá nova capa e receberá novo projeto gráfico, também contará com posfácio assinado pelo jornalista e escritor Bento Araújo (editor da revista Poeira Zine e autor da trilogia Lindo Sonho Delirante, sobre os grandes discos do rock psicodélico brasileiro).



E a novidade, para quem adquirir o livro na pré-venda (que se estenderá até o dia 23 de abril) é a possibilidade de escolher entre um dos cinco modelos de capas que serão feitas. De quebra, ainda leva um conjunto de cinco cartões-postais com os layouts de todas as capas.

Todas as informações sobre a pré-venda, vão estar disponíveis, a partir de terça (26/1) na página do livro no Facebook. É só acessar Júpiter Maçã: A Efervescente Vida & Obra. 

Efervescência intergaláctica – Ao longo de suas 500 páginas, a biografia Júpiter Maçã: A Efervescente Vida & Obra traça a vida do músico gaúcho do nascimento à morte, passando por suas vitórias (uma irregular, porém cultuada, carreira de rockstar – quase incomparável no Brasil) e tragédias (alcoolismo, paranoia, a morte precoce de seu único filho) com riqueza de detalhes, revelações e informações inéditas e ainda farto material fotográfico (a maior parte rara ou inédita).

Por meio de minuciosa pesquisa jornalística, realizada durante quase três anos, os autores passam a limpo a trajetória do biografado. Para tanto, consultaram um vasto material composto por jornais, revistas, fanzines, livros, blogs, sites, gravações de rádio e vídeos de acervos particulares ou disponíveis na internet.

O trabalho biográfico foi complementado com entrevistas concedidas por dezenas de pessoas próximas a Flávio Basso, como familiares, amigos, músicos e amantes. A pesquisa levantou também um enorme acervo iconográfico, a altura da complexidade deste artista mutante e prolífico, com fotografias, cartazes, panfletos e cartas, entre outros itens relativos a todas as fases de sua vida.

Construímos uma verdadeira teia de informações que parte do personagem principal e passa por diversos outros que, aparentemente, não têm ligação com Flávio Basso, deixando a condução da narrativa muito mais interessante e rica em conteúdo”, comenta o jornalista gaúcho Cristiano Bastos.

Encaramos Flávio Basso como uma das maiores figuras do rock brasileiro, não apenas por sua obra – criativa, plural e repleta de grandes canções, muitas delas possuidoras de um tremendo poder de comunicação –, mas por todas as histórias que o circundam”, complementa o jornalista brasiliense Pedro Brandt.

Mercurial e afeito a mudanças radicais, Júpiter Maçã é autor do hit “Um Lugar do Caralho” e, em suas canções, trabalhou influências que passam pelo rock inglês de Beatles, Rolling Stones, Kinks, The Who, Pink Floyd e ainda por fontes como Bob Dylan, bossa nova, Tropicália e o som dos grupos Stereolab e Franz Ferdinand. Seu cultuado álbum de estreia, A Sétima Efervescência (1997), foi relançado, pela primeira vez em vinil, em 2018, pelo selo goiano Monstro Discos.100 Grandes Álbuns do Rock Gaúcho – Paralelamente ao relançamento da segunda edição de "A Efervescente Vida & Obra", o jornalista Cristiano Bastos (um dos autores de Gauleses Irredutíveis – Causos e Atitudes do Rock Gaúcho; e das biografias Julio Reny – Histórias de Amor & Morte; e Nelson Gonçalves – O Rei da Boemia), e o designer gráfico Rafael Cony vem trabalhando no livro 100 Grandes Álbuns do Rock Gaúcho.

A publicação vai apresentar, através de resenhas, os discos eleitos por meio de um corpo de curadores formado por notórias personalidades da música, arte e cultura do Rio Grande do Sul, e também do Brasil, entre as quais músicos, jornalistas e produtores. São, ao todo, 100 jurados, os quais elegerão os álbuns mais representativos feitos no RS em todos os tempos.

O projeto encontra-se em campanha de financiamento coletivo. Acesse o link da plataforma Catarse para conhecer as diversas recompensas oferecidas pelo projeto:

https://www.catarse.me/100GrandesAlbunsDoRockGaucho

Nenhum comentário:

Postar um comentário