LIGANTE ANFETAMÍNICO lança lyric video de "Bad Girl" com diversas participações femininas

8 de março dia internacional das mulheres é um dia muito representativo na luta das mulheres pela equidade entre os gêneros, nas mais diversas áreas da nossa sociedade, nesta data de extremamente, relevante a banda presta a sua singela homenagem.


Este lançamento é dedicado a todas as mulheres, em especial para as "Bad Girls" que não se adequam aos padrões existentes, que representam o empoderamento e não se calam diante das injustiças que através de sua postura dão voz e encorajam outras mulheres e até mesmo, gêneros não binários.

Um agradecimento em especial para as bad girls que atuaram nesse clipe:

Déby - Punkrockets (Canoas)
Patricia Mass - (Blumenau)
Michele Frison - (Caxias do Sul)
Orla Coughlan - (Galway - Irlanda)
Janaina Perotti - (Caxias do Sul)
Veri D’Avila - Pupilas Dilatadas (Porto Alegre)
Kriz Braga - (Caxias do Sul)
Fran Pigosso - (Farroupilha)

Produzido pela galera do Motim Underground Projeto de divulgação da música autoral independente brasileira Projeto e canal iniciado em 2017 por Ruy Araújo e dedicado à música underground, visando prestar o melhor apoio possível à cena de forma igualitária.

Assista ao vídeo:
Bad Girl - Ligante Anfetamínico (Lyric Video)

Bad Girl
Bad Girl
Bad Girl day and night
Eu sempre fui uma garota ingênua
Nunca fiz nada de mais
Mas tudo mudou, da água pro vinho
Virei uma garota má
Agora eu sou a garota problema
E você é filha de papai
Eu já cansei de brincar de boneca
E canto pra anunciar quem sou
Queria ser atriz de cinema
Pra Hollywood me filmar
Virei o jogo e faço minha própria cena
No rock underground

Sobre a Ligante Anfetamínico:

No ano de 1998 nasce a Ligante Anfetamínico, a banda que viria a se tornar o expoente máximo do punk rock da serra gaúcha. Surge com muita personalidade e estilo definidos. Criatividade e produção incessantes tornam-se, pouco a pouco, a marca desta banda que teve a coragem de romper com o cover e mostrar somente trabalhos autorais.

De fato, a consagração de anos de um trabalho diário de divulgação e compromissos será, enfim.

Mudaram os meios de distribuição, as rádios viraram on line, as redes sociais vieram para ficar e criar a conexão entre o artista e o público e a Ligante não parou no tempo atualmente é uma das bandas que mais atende solicitações de entrevistas nas redes sociais, que mais toca nas diversas rádios web espalhadas pelo Brasil. Suas redes sociais crescem mais e mais a cada dia. 

Poucas bandas autorais surgidas na serra gaúcha se deram ao luxo de completar mais de 20 anos de trajetória ininterrupta. A Ligante Anfetamínico, nome que ninguém esquecerá no dia em que se biografar a história do punk e da cena underground de Caxias do Sul RS. 

Nascida no bairro Cruzeiro a Ligante passou por diversas fases, com diversos componentes. Ora puxou mais para o punk e hardcore, ora para o rock, mas sempre se manteve independente.

Com influências de Os Replicantes, Sex Pistols e Ramones, a banda Ligante Anfetamínico, do bairro Cruzeiro, em Caxias do Sul RS.

Os garotos nunca esconderam a grande referência que são os replicantes e o cantor Wander Wildner, ex-Replicantes. Aliás, o nome da banda é inspirado num demo-tape chamado "Punk Rock Anfetamínico Que Matou a Modelo", da primeira banda de punk brega, o Sangue Sujo.

A Ligante Anfetamínico hoje é composta por:

Esqueleto vocalista, que está desde o início,
Luciano Paim, baterista, fundador da banda,
Jocemar Boeira (JM) guitarrista e
Anderson Severo (Tchaina) como baixista.

Redes Sociais Fique ligado e Siga a Ligante Anfetamínico:

Nenhum comentário:

Postar um comentário