GRAHAM BONNET conta qual o guitarrista mais difícil de trabalhar

O canal HEAVY CULTURE recebeu a presença do lendário vocalista, que mesmo no auge dos seus 73 anos de idade, continua esbanjando jovialidade e uma voz marcante e poderosa. 




O início de sua carreira remonta ao final da década de 1960, quando integrava o duo THE MARBLES ao lado de Trevor Gordon, chegando inclusive a atingir o quarto lugar das paradas britânicas com o single “Only One Woman”. A partir de então surgiram diversas parcerias ao longo da década de 1970, além de também dar voz à diversos jingles e lançar diversos álbuns solo.

Mas sua entrada no mundo do som pesado se deu efetivamente em 1979, quando substituiu Ronnie James Dio no RAINBOW e gravou o excelente “Down to Earth”, que embora não tenha agradado uma parcela dos fãs, manteve a qualidade do grupo em alta. Embora sua jornada ao lado de Ritchie Blackmore tenha sido curta, lhe rendeu abertura para outros projetos e convites para ingressar em outras bandas, como ALCATRAZZ, IMPELLITTERI e até mesmo a banda japonesa ANTHEM, com Graham Bonnet assumindo os vocais no álbum “Heavy Metal Anthem”, de 2000. Ainda na década de 1980 participou do álbum “Assault Attack”, do M.S.G. (Michael Schenker Group).

Mais recentemente o vocalista lançou bons trabalhos com o GRAHAM BONNET BAND e brilhou no MICHAEL SCHENKER FEST, onde participou em diversas faixas dos álbuns “Resurrection” (2018) e “Revelation” (2019), além do ao vivo “Live: Tokyo International Forum Hall A”, de 2017. 

E para falar sobre esta brilhante trajetória, o HEAVY CULTURE realizou um bate-papo especial com o vocalista, onde foram abordados os dias de RAINBOW, os projetos com Michael Schenker e demais detalhes sobre sua história. Bonnet também foi indagado sobre o guitarrista mais difícil de trabalhar, citando Yngwie Malmsteeen como o principal, relembrando alguns casos ocorridos quando o guitarrista sueco tocou com o ALCATRAZZ na primeira metade da década de 1980.

Confira o bate papo:


Mais informações:
Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário