FROGSLAKE invoca os anos 90 no clipe de “Maybe”

Trata-se do último lançamento antes do novo álbum "Take Me Out", que estará disponível nas plataformas digitais no final do ano.


Em "Maybe", a FROGSLAKE apresenta um lado pouco conhecido. Com vocais calmos e trabalhados e as guitarras distorcidas de lado, esta inesperada balada cria uma atmosfera calma e diferente da já conhecida energia pesada e raivosa dos singles anteriores.

O destaque vai para os vocais, que dão um ar flutuante para a música. Com a mescla das vozes do Ale e China e os backing vocals do produtor Billy Maia, "Maybe" cria uma vibe completamente diferente do que estávamos acostumados a ouvir da banda.

Mas não se engane: a tranquilidade está somente no som em si. A letra não foge da temática por vezes perturbadora que a FROGSLAKE está acostumada a abordar, falando sobre saúde mental e a jornada da passagem para o outro plano.

O clipe de "Maybe" foi gravado, produzido e dirigido por William Samuray em Americana-SP, (diretor cujo extenso currículo conta com badas como Dead Fish, Raimundos, Ego Kill Talent, Pitty, Garage Fuzz, CPM 22 e Alok. Samuray), que é um velho conhecido da FROGSLAKE e foi também responsável pelos vídeos de "Escape" e "Revolution", que também estarão em "Take Me Out".

"Maybe" foi produzida e mixada por Billy Maia e captada no estúdio Jukebox por André Leal e Kleber Mariano. Já a masterização contou com um nome de peso: Jack Endino, produtor responsável pela gravação de pesos pesados como Nirvana, Mudhoney e Soundgarden.


Fonte: GMF Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário